Conecte-se conosco

Destaque

Inquérito policial apura estupro de menina de 9 anos em Ouro Verde

Publicado

em

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar um caso de estupro de vulnerável, em Ouro Verde (SP). A ocorrência foi registrada nesta segunda-feira (20) e teve como vítima uma menina de 9 anos. Um homem, de 27 anos, foi preso.

Policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência de estupro de vulnerável e, quando chegaram ao local, encontraram a vítima e sua mãe.

Conforme informou a PM, elas relataram à equipe que a menina foi molestada e forçada a manter relações sexuais com o homem nesta segunda-feira (20), quando houve a denúncia, e em outras ocasiões.

A vítima ainda contou à polícia que a mãe do suspeito já havia presenciado tais acontecimentos parecidos e a ameaçou, dizendo que não era para contar para ninguém e, em datas anteriores, o homem colocou em seu celular vídeos contendo cenas de sexo e que era para ela olhar e aprender.

De acordo com o registro do Boletim de Ocorrência, o crime teria sido cometido pelo tio-avô da vítima. A menina contou para outra criança a situação e esta informou o caso a um adulto. Ele é vizinho da vítima, ainda segundo a PM.

Foi acionado um médico legista para atendimento da criança.

O suspeito foi autuado em flagrante e preso. Ele foi encontrado dentro de sua casa, nos fundos da cozinha, sentado atrás de um armário.

Segundo a polícia, o homem deve passar por audiência de custódia na Justiça, que deve definir a conversão para prisão preventiva.

 

 

 

Fonte: G1

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.