Conecte-se conosco

Esportes

São Paulo anuncia demissão de Fernando Diniz

Publicado

em

Fernando Diniz deixa o São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

O São Paulo demitiu o técnico Fernando Diniz nesta segunda-feira, um dia depois da derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO. Ele não resistiu a uma crise pesada: o time não vence há sete jogos, seis deles pelo Brasileirão. Marcos Vizolli, auxiliar fixo da comissão do profissional, assume interinamente a equipe

Além de Diniz, sai o diretor-executivo Raí, ídolo do clube. Segundo nota publicada pelo São Paulo nesta segunda-feira, Raí pediu para deixar o cargo ao ser informado da demissão do treinador.

Contratado em setembro de 2019, o treinador deixa o clube sem conquistar nenhum título. Foram 74 jogos, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas. Em outras duas ocasiões, o treinador esteve suspenso, e o auxiliar Marcio Araújo o substituiu. Araújo, assim como Wagner Bertelli e Eduardo Zuma, membros da comissão técnica de Diniz, também foram demitidos.

A demissão de Fernando Diniz ocorre em um dos piores momentos do São Paulo na temporada. O Tricolor não venceu nenhuma vez no ano, foi eliminado na semifinal da Copa do Brasil e caiu de líder para quarto colocado.

Com Diniz, nesta temporada, o São Paulo foi eliminado pelo Mirassol, nas quartas de final do Campeonato Paulista, caiu na fase de grupos da Libertadores, não passou pelo Lanús na Copa Sul-Americana e alcançou a semifinal da Copa do Brasil, mas foi derrotado pelo Grêmio.

Raí chegou ao clube em 2017 com a missão de comandar o departamento de futebol. O ídolo tricolor passou três anos sob críticas por causa das trocas constantes de treinadores e contratações que não deram certo. Ele não conseguiu tirar o São Paulo da fila de títulos, que já dura oito anos.

Apesar das frustrações em mata-matas, Diniz se manteve no comando do time graças à boa campanha do São Paulo no Brasileiro. A equipe liderou boa parte do torneio, mas não conseguiu se recuperar dos tropeços recentes.

Raí teve papel importante na manutenção de Diniz neste ano, ignorando a pressão pela demissão do treinador em outros momentos de crise.

Com a troca de presidentes, em janeiro, Raí aceitou convite de Julio Casares para permanecer no clube até o final do Brasileiro – o time liderava o torneio até então.

Nos últimos seis jogos, com 18 pontos em disputa, conquistou apenas dois, em empates com Atlhetico e Coritiba. Nesse período, foi goleado pelo Inter por 5 a 1 e teve o ônibus da delegação apedrejado por torcedores a caminho do Morumbi há uma semana.

Para a vaga de Raí, o São Paulo já contratou o diretor Rui Costa, que teve passagens por Grêmio, Chapecoense e Atlético-MG. Ele, que até então manteve-se afastado da rotina do futebol, agora deve assumir as funções.

Globo Esporte
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.