Conecte-se conosco

Cidades

Justiça julga improcedente o prefeito Edmar Mazucato e outros em Ação Civil Pública de improbidade

Publicado

em

O prefeito Edmar Mazucato (PSDB) de Osvaldo Cruz e outras pessoas foram absolvidas de ação civil pública de improbidade administrativa referente à realização de um concurso público para a contratação de professores da área de Educação Física referente ao ano de 2016.

A ação foi proposta pelo Ministério Público local, além do Prefeito e participantes do concurso, ainda contra o Município e mais a empresa CEMI Consultoria Empresarial e Imobiliária. Da decisão cabe recurso.

Em sentença, o Juiz da 2ª Vara da Comarca de Osvaldo Cruz, Guilherme Martins Kellner, entendeu que não não ficou comprovado o ato de improbidade administrativa e nem intenção por parte dos envolvidos em lesar os cofres públicos. Também não restou provado prejuízo à Prefeitura. Desta forma a ação foi julgada improcedente.

Prefeito se manifestou

Em entrevista, o prefeito Edmar Mazucato disse que sempre acreditou na Justiça e que houve sabedoria por parte do magistrado Guilherme Martins Kellner.

“Mais uma vez ficou comprovada nossa idoneidade e como lidamos de forma séria com o dinheiro público. Quero aqui deixar minhas homenagens aos nossos advogados e tranquilizar a população. Este caso foi uma denúncia anônima ao Ministério Público e houve a devida apuração. Ao final ficou certo por sentença que não houve improbidade e nem prejuízo aos cofres públicos”, disse o prefeito Mazucato ao reforçar sua confiança na Justiça em todos os momentos.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Osvaldo Cruz

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.