Conecte-se conosco

Cidades

Idosos, volta das feiras livres e flexibilização de impostos: confira os anúncios feitos hoje em OC

Publicado

em

OSVALDO CRUZ – Em mais uma live para fazer anúncios oficiais, o prefeito Edmar Mazucato (PSDB) confirmou hoje (15) que os idosos terão uma hora a mais de atendimento preferencial nos estabelecimentos tidos como essenciais, anunciou a volta das feiras livres de quinta e domingo (ambas na avenida Brasil) e falou, ainda, sobre a flexibilização de impostos municipais.

Jornal Cidade Aberta traz um resumo para você.

Idosos

A população acima de 60 anos terá a partir desta quinta-feira (16), duas horas de atendimento preferencial nos estabelecimentos enquadrados como essenciais – caso dos supermercados, lotéricas, padarias, farmácias, dentre outros: essa prioridade será entre 8h e 10h da manhã; uma hora a mais que o decreto anterior.

Feiras livres

As feiras que são realizadas na avenida Brasil, às quintas-feiras e domingos, voltam nesta semana. Para isso, porém, os feirantes deverão seguir diversas recomendações:

  • Estão permitidos somente feirantes de Osvaldo Cruz;
  • Os feirantes deverão usar máscaras e disponibilizar álcool em gel para seus clientes e colaboradores;
  • Manter distância mínima de cinco metros entre uma barraca e outra;
  • Só será permitida a comercialização de produtos hortifrutigranjeiros;
  • Está proibida a comercialização de produtos nas barracas da praça de alimentação (pastéis, espetinhos, refrigerantes e congêneres) assim como consumo de qualquer produto no local.

Flexibilização de impostos municipais

Atendendo pedido feito por entidades como a Associação Comercial (ACEOC), OAB e o Fórum Multiplic, além da Câmara Municipal, a Prefeitura anunciou que até o dia 30 de junho, impostos municipais como o ISS e IPTU, por exemplo, poderão ser pago à vista e com desconto.

Quem optou pelo pagamento parcelado, pode seguir com a modalidade. Em caso de atraso, até 30 de junho, não haverá nenhum tipo de cobrança judicial.

A recomendação, porém, é para que os contribuintes mantenham seus impostos em dia, uma vez que que a Prefeitura não pode abrir mão de receitas.

“A Prefeitura não vai dar anistia e abrir mão de receitas, pois ela vive de impostos. Fica a critério do contribuinte de continuar pagando, ou não, dentro dessa ‘folga’ até 30 de junho.”, destacou Mazucato.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.