Conecte-se conosco

Cidades

Coronavírus já atinge 6 a cada 10 cidades e provoca 3,2 mil mortes em SP

Publicado

em

O novo coronavírus já está presente em seis a cada dez cidades do Estado de São Paulo e provocou 3.206 mortes, até esta quinta-feira (7). Dos 645 municípios, 381 têm um ou mais casos confirmados da COVID-19, com óbitos em 166 deles.

Com o avanço da doença para o interior, litoral e cidades da Grande São Paulo, menos a Capital, já são 1.220 vítimas fatais (38% do total) e 15.655 pessoas infectadas (39,2%).

Há também mais de 9,6 mil pacientes internados em hospitais de SP, sendo 3.767 em UTI e 5.919 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para atendimento a COVID-19 é de 66,9% no Estado de São Paulo e 89,6% na Grande São Paulo.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais, estão 1.874 homens e 1.332 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 73,3% das mortes.

Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (793 do total), seguida por 60-69 anos (717) e 80-89 (618). Também faleceram 222 pessoas com mais de 90 anos.

Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (437 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (245), 30 a 39 (133), 20 a 29 (31) e 10 a 19 (8), e dois com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59% dos óbitos), diabetes mellitus (43,5%), doença neurológica (11,4%), doença renal (11,1%) e pneumopatia (10,3%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática.

Esses fatores de risco foram identificados em risco: 2.595 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,9%) do total.

A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.