Conecte-se conosco

APEOESP

APEOESP requer esclarecimento sobre transferência de cargo docente em escolas PEI

Publicado

em

A Coordenadoria Geral de Recursos Humanos (CGRH) da Secretaria Estadual da Educação (SEDUC) publicou no Diário Oficial do Estado a Portaria CGRH – 12, de 19-11-2020 (anexa).

 

 

Após examinar o documento, a APEOESP requereu à CGRH esclarecimentos sobre o que vai disposto no artigo 2º, o qual dispõe que o integrante do Quadro do Magistério que não permanecer na unidade escolar do PEI, “deverá ter seu cargo transferido para outra unidade escolar… respeitando o respectivo módulo”.

Considerando ser a primeira vez que essa questão do “módulo” é citada em relação à atribuição de aulas desses profissionais, a APEOESP encaminhou um pedido de esclarecimentos à CEMOV, órgão da SEDUC.

 

Reunião de atribuição de aulas será dia 26/11

 

A reunião virtual de Atribuição de Aulas, prevista para acontecer neste sábado, 28, foi antecipada para quinta-feira, 26/11, das 10 às 14 horas.

Lembramos que está prevista a participação de dois representantes por subsede, mais os diretores da APEOESP. Portanto, as subsedes devem, impreterivelmente, encaminhar os nomes dos participantes até as 17 horas de amanhã, quarta-feira, 25, conforme orientações que seguiram em mensagem na segunda-feira.

O link para a participação na reunião seguirá oportunamente.

Aposentados(as) não devem recorrer a advogados particulares contra o confisco

 

Professoras e professores aposentados relatam à APEOESP que têm sido procurados por escritórios de advocacia a respeito de ações judiciais contra o confisco em seus vencimentos.

Reiteramos que a APEOESP possui ação coletiva juntamente com demais entidades da Educação e, caso o(a) professor(a) deseje, poderá ingressar com ação individual, sendo neste caso dispensado do pagamento da taxa de R$ 80,00.

Nossa ação coletiva aguarda julgamento.

 

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 135)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.