Conecte-se conosco

Cidades

Farmacêutico de Lucélia morre em grave acidente entre carro e bitrem

Publicado

em

O farmacêutico luceliense Antônio Gonçalves Júnior, popularmente conhecido como “Juninho”, morreu no início da madrugada desta quinta-feira (21), vítima de um grave acidente automobilístico envolvendo o veículo que dirigia e um bitrem.

Segundo as primeiras informações apuradas pela nossa reportagem, o luceliense voltava de Araçatuba e entre os municípios de Piacatu e Rinópolis acabou colidindo contra o bitrem. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Devido o forte impacto entre os dois veículos, a vítima não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo ao dar entrada em uma unidade de saúde.

Seu corpo foi removido para o Instituto Médico Legal de Araçatuba onde passará por exames e posteriormente será liberado para velório e sepultamento, o que está previsto para ocorrer até à tarde de hoje.

A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.

O farmacêutico luceliense Antônio Gonçalves Júnior, popularmente conhecido como “Juninho”, morreu no início da madrugada desta quinta-feira (21), vítima de um grave acidente automobilístico envolvendo o veículo que dirigia e um bitrem.

Segundo as primeiras informações apuradas pela nossa reportagem, o luceliense voltava de Araçatuba e entre os municípios de Piacatu e Rinópolis acabou colidindo contra o bitrem. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Devido o forte impacto entre os dois veículos, a vítima não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo ao dar entrada em uma unidade de saúde.

Seu corpo foi removido para o Instituto Médico Legal de Araçatuba onde passará por exames e posteriormente será liberado para velório e sepultamento, o que está previsto para ocorrer até à tarde de hoje.

A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.

 

Filho do jornalista e empresário “Toni”

 

Juninho é filho do casal Antônio Joaquim Gonçalves, o “Toni da Gráfica e Jornal Gazeta Regional” e da professora Rose. O caçula do casal é irmão da oftalmologista Carolina Gonçalves e da médica radiologista Virginia Gonçalves.

Atualmente atuava no comando da farmácia de manipulação Erva Doce em Lucélia.

A morte precoce do luceliense deixa abalada a Capital da Amizade, pelo conhecimento e popularidade que tanto ele quanto seus pais possuem com a população da pequena cidade com pouco mais de 21 mil habitantes.

 

Fonte: Folha Regional

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.