Ligue-se a nós

APEOESP

Vitória da nossa mobilização!

Publicado

no

Governo estadual vai iniciar vacinação de profissionais da educação

 

 

O governador João Doria anunciou o início da vacinação de professores como segmento prioritário para a imunização contra a Covid 19. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a vacinação deve se iniciar em 12 de abril.

A vacinação abrangerá professores das redes públicas (estadual e municipal) e privada, além de diretores, inspetores e outros profissionais da Educação. A deputada Professora Bebel, Presidenta da APEOESP, também apresentou indicação na ALESP no mesmo sentido.

Trata-se de uma grande vitória da nossa luta, pois a APEOESP, na mesma data em que se anunciou o Plano Estadual de Imunização, em 7 de dezembro de 2020, fez requerimento expresso ao governador do Estado e ao secretário de Educação para que os profissionais da Educação fossem priorizados, iniciando, em seguida, uma campanha pela vacinação dos profissionais da educação na primeira etapa, juntamente como os profissionais da saúde, idosos, indígenas e quilombolas. Contra a intransigência do governo em atender este pleito e obrigar o retorno dos profissionais às escolas, a APEOESP ajuizou Ação Civil Pública e obteve sentença favorável, determinando que os profissionais da Educação não voltassem às aulas até que a pandemia estivesse sob controle, no mínimo na fase amarela do Plano São Paulo, e a vacinação acelerada.

A APEOESP lutará para antecipar o início da vacinação para o dia 5 de abril, para todas as faixas etárias, juntamente com os profissionais da segurança pública. Além disso, continuaremos atentos e mobilizados até a concretização da imunização de todos os profissionais da educação, providência elementar para um segmento social que está na linha de frente, lidando com milhões de estudantes nas redes de ensino.

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 057/2021)

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.