Conecte-se conosco

Destaque

Vereadores de Osvaldo Cruz aprovam orçamento de R$ 81 milhões para 2.021

Publicado

em

Os vereadores de Osvaldo Cruz aprovaram em sessão extraordinária da Câmara Municipal de Osvaldo Cruz um orçamento total de 81.201.760,00 para 2021 durante a 15ª Sessão Extraordinária realizada nesta quinta-feira, 26. O projeto foi aprovado com emendas impositivas e remanejamento de verba.
Antes da votação da peça orçamentária, os vereadores votaram também o projeto 82/2019, que dispõe sobre o pagamento de honorários de sucumbência aos advogados do município de Osvaldo Cruz, fixando critério para rateio de valores.
O projeto foi aprovado com emendas aditiva e modificativa. Entrou na ordem do dia para primeira votação e a apedido do vereador Homero Silles (MDB) e terminou aprovado também em segunda votação.
Verbas impositivas
A partir do próximo ano, os vereadores terão direito à emenda impositiva no orçamento.  O projeto é de autoria do vereador Roberto Amor Lhana (PV) e foi aprovado recentemente, mas havia necessidade da lei ser inserida no orçamento.
Proposta de emenda À L.O.M. primeira votação
Os vereadores apresentaram ainda a proposta 29/2020 que altera o artigo 208 parágrafos 1º e 2º sobre denominação de logradouros públicos apenas ocorrer por projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal.
Com quórum de maioria simples, o projeto foi aprovado em primeira votação. A segunda votação deverá ocorrer na próxima sessão ordinária marcada para o dia 07 de Dezembro.
O mesmo ocorreu com a proposta 30/2020, de autoria de todos os vereadores. A proposta modifica o artigo 25 da Lei Orgânica, que dispõe sobre o mandato da Mesa Diretora da Câmara por dois anos, permitida a recondução para dos ocupantes de seus cargos na eleição imediatamente subsequente.
Esse projeto também foi aprovado em primeira votação e a segunda apreciação deverá ocorrer no dia 7 próximo.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Osvaldo Cruz
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.