Ligue-se a nós

Economia

Um dia após manifestação, comerciantes abrem comércio em Adamantina

Publicado

no

Centro de Adamantina, na manhã desta sexta-feira (Foto: Siga Mais).

A reabertura voluntária do comércio nesta sexta-feira (26) em Adamantina, anunciada ontem durante ato público realizado no centro da cidade, teve adesão parcial na manhã de hoje, segundo apurou o SIGA MAIS.

Na Avenida Rio Branco e Rua Deputado Salles Filho haviam lojas com as portas fechadas totalmente fechadas sem funcionamento, outras com atendimento apenas nos formatos autorizados na atual fase emergencial do Plano São Paulo, e aquelas que abriram suas portas para atendimento presencial ao público.

Durante toda a manhã, fiscais da Prefeitura foram vistos percorrendo as ruas centrais da cidade e notificando empresas, gerando apreensão e insegurança entre os empresários e trabalhadores.

Empresários se embasam em lei municipal para a reabertura

Para a reabertura voluntária, os empresários se amparam na Lei Municipal Nº 4.020/21 aprovada em junho do ano passado e promulgada em fevereiro deste ano, com regras para o funcionamento do setor. A lei aprovada pelo legislativo não foi sancionada nem promulgada pelo prefeito, no ano de 2020, o que também não foi feito pela Câmara, à época. No começo deste ano o novo presidente da Câmara, vereador Paulo Cervelheira, decidiu promulgar a norma, que está vigente.

A legislação municipal é uma das referências legais que embasam um documento produzido pelos empresários, entregue ao poder público municipal na tarde de ontem, após o ato público realizado na Praça Élio Micheloni e em frente ao Paço Municipal.

Um grupo de empresários foi recebido por cinco vereadores. O prefeito não apareceu.

Siga Mais

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.