Conecte-se conosco

APEOESP

Subsídio, não! Queremos carreira digna com valorização profissional

Publicado

em

Reunidos na Avenida Paulista (MASP) na sexta-feira, 8/4, professoras e professores referendaram as propostas aprovadas na reunião do Conselho Estadual de Representantes (CER).

A APEOESP realizará nova reunião do CER no dia 30/4, sábado, durante todo o dia, para debater e aprovar novas ações de luta e realização de assembleia estadual em maio.

Essa reunião de CER será precedida de Reuniões de Representantes, que debaterão com a categoria a possibilidade de greve pelo atendimento das reivindicações.

 

APEOESP continuará exigindo da SEDUC o agendamento de reunião com a entidade para que possamos tratar da nossa pauta.

 

Pela revogação do subsídio! Os professores não devem optar pela farsa da “nova carreira”

Após a aprovação do subsídio pela maioria governista da Assembleia Legislativa, a luta central é pela revogação da farsa da “nova carreira”, que passa pelo debate com a nossa categoria para que não opte pelo subsídio e para que lute pela melhoria e aperfeiçoamento da nossa carreira, com valorização profissional, o que inclui, entre outras reivindicações:

Reajuste imediato de 33,24% para toda a categoria, da ativa e aposentados

ü Implementação da meta 17 do Plano Nacional e Estadual de Educação

ü Cumprimento integral da lei do piso salarial nacional – aplicação correta e verdadeira da jornada do piso

ü Condições de categoria F aos professores da categoria O até que haja concurso

ü Concursos públicos já!

ü Fim do confisco salarial de aposentados e pensionistas

ü Máximo de 25 estudantes por sala de aula e condições de trabalhoFim dos projetos excludentes da SEDUC

ü Fortalecimento dos Conselhos de Escola

 

 

Calendário de ações e atividades

Para que possamos construir um forte movimento, que pressione o governo e os deputados governistas e que obtenha apoio social, é preciso levar à prática um calendário de ações e atividades, que inclui:

30/4 – 10 horas – reunião do Conselho Estadual de Representantes (CER) – precedida de Reuniões de Representantes – debater a greve.

Abril/maio – realização de oficinas regionais para esclarecimento à categoria sobre o subsídio para que os professores não optem pela farsa da “nova carreira”.

Para fornecer informações e dados necessários ao esclarecimento da nossa categoria sobre o subsídio, suas implicações e ataques aos direitos dos professores, em breve será encaminhado para ampla distribuição um manual sobre o assunto.

No mesmo período e após o CER as subsedes realizarão mutirões de visitas às escolas, bem como “operação caça governador” para pressionar pelas nossas reivindicações.

1° de maio – Dia Internacional de Luta da Classe Trabalhadora

12 de maio – Encontro Estadual dos Aposentados

13 de maio – II Marcha dos Aposentados contra o confisco salarial de Aposentados e Pensionistas

 

Encontro Estadual Pedagógico e Curricular

A APEOESP realizará Encontro Estadual Pedagógico e Curricular para debater a defesa da qualidade da educação pública e a contraposição às propostas excludentes da SEDUC. Devemos, por exemplo, nos contrapor ao PEI com proposta de uma educação integral e integrada. Também devemos romper com a farsa do velho “novo ensino médio”, que aprofunda a dicotomia entre uma escola para os filhos dos ricos e uma escola de baixa qualidade para filhos e filhas da classe trabalhadora.

 

Defender professores e professoras que lutam contra os programas excludentes da SEDUC

Professoras e professores que lutam contra o PEI, escolas cívico- -militares e outros programas excludentes da SEDUC têm sido vítimas de represálias por parte do governo, seja por meio de processos administrativos, encaminhamento a delegacias de polícia e intimidação por parte da Polícia Militar, acionada por gestores.

Nossa entidade está prestando toda a assistência jurídica a esses professores e intensificará a denúncia e a luta contra esses abusos e autoritarismo do governo do PDSB.

 

Plataforma educacional será apresentada aos candidatos

Formulação e debate com o Fórum Estadual de Educação de uma plataforma educacional a ser apresentada aos candidatos a governador do estado de São Paulo.

 

Em defesa da saúde dos servidores e do IAMSPE

Os servidores estão sendo penalizados pelo aumento das contribuições ao IAMSPE e pela queda da qualidade e do acesso ao atendimento. Isso não pode continuar.

Vamos realizar em conjunto com a Comissão Consultiva Mista do IAMSPE (CCM) uma audiência pública para organizar a luta pela saúde dos servidores, o que inclui pressão sobre a Alesp para a instalação da CPI para investigar irregularidades no Hospital do Servidor e no Instituto. A CPI já foi protocolada pela deputada Professora Bebel, presidenta da APEOESP e coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe.

A APEOESP também formulará, com as demais entidades, uma plataforma com propostas para a saúde dos servidores e para o IAMSPE, a ser entregue aos candidatos ao Governo do Estado.

 

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 31/2022)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.