Conecte-se conosco

Destaque

SP ultrapassa União Europeia e EUA em proporção de vacinados contra a COVID-19

Publicado

em

São Paulo ultrapassou a União Europeia e os Estados Unidos da América em proporção de pessoas vacinadas contra a COVID-19. Com 59,03% da população estadual protegida com ao menos uma dose da vacina, São Paulo está à frente da União Europeia, que conta com 58,8%, e EUA, com 56,8% de habitantes vacinados. Os dados são do Vacinômetro (www.saopaulo.sp.gov.br) e do Our World in Data (https://ourworldindata.org/covid-vaccinations).

Até as 11h58 desta sexta-feira (30), o Vacinômetro indicava 26.240.847 pessoas protegidas com a primeira dose nos 645 municípios paulistas. Os números revelam que a adesão da população à campanha em São Paulo é significativa, pois no momento a imunização geral está liberada para adultos a partir dos 28 anos, enquanto que nos EUA e na Europa a vacinação já atende à população adulta mais jovem e também adolescentes.

Além das pessoas já protegidas com a primeira dose, São Paulo tem 22,07% da população com esquema vacinal completo. No final da manhã desta sexta, a campanha estadual registrava 9.129.282 vacinados com duas doses dos imunizantes do Butantan, Fiocruz ou Pfizer e 1.085.782 que receberam a dose única da Janssen.

O ritmo acelerado da vacinação em São Paulo é uma das metas do Governo do Estado para ajudar o Brasil a controlar a pandemia do coronavírus. O calendário de vacinação já passou por três antecipações e estima que toda a população acima de 18 anos esteja vacinada com ao menos uma dose até o dia 16 de agosto.

A partir de agosto, São Paulo também passará a oferecer vacinas para a população adolescente. Entre os dias 18 e 29, jovens de 12 a 17 anos com comorbidades ou deficiências, além de gestantes e puérperas, vão receber vacinas. De 30 de agosto a 5 de setembro, o PEI (Plano Estadual de Imunização) inclui os jovens com idade entre 15 e 17 anos. Depois, de 6 a 12 de dezembro, será a vez de adolescentes de 12 a 14 anos.

O calendário do PEI é estabelecido mediante cronograma de entrega de vacinas do Ministério da Saúde, mas o Governo de São Paulo já fez aquisições próprias de vacinas para cumprimento das datas nos 645 municípios paulistas. Em julho, o Estado reforçou a vacinação local com 4 milhões de doses extras adquiridas diretamente pela Secretaria da Saúde, sem depender de liberações do Governo Federal.

 

 

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.