Ligue-se a nós

Economia

SP conversa com comércio para reabrir economia em fases a partir de 1º de junho

Publicado

no

A economia do Estado de São Paulo vai começar a ser reaberta a partir de 1º de junho. A informação foi dada pelo governador João Doria (PSDB) em entrevista à rádio Jovem Pan. Essa reabertura, segundo ele, vai ser feita em fases e será heterogênea em termos geográficos. “Haverá um momento, sim, a partir de 1º de junho em fases escalonadas, cuidadosas, zelosas, e isso feito com o setor privado para a flexibilização”, disse.

Para planejar a reabertura, o governo estadual já mantém contato com os setores do comércio e serviços. Ontem, foram realizadas três reuniões com representantes de entidades como a Associação Comercial de São Paulo e shoppings centers. “No estado, 74% da economia está aberta e 26% segue fechada, basicamente em comércio e serviços. Estamos dialogando com esses setores para construir etapas futuras, faseadas, seguras e de forma heterogênea”.

Doria explicou que a abertura a partir de junho será “heterogênea” porque será feita apenas com a identificação das regiões que sofreram menos com a pandemia do novo coronavírus e, ao mesmo tempo, onde haja capacidade de atendimento médico. O governador explicou que essa análise leva em conta regiões “onde não tenhamos ainda epidemia, casos e óbitos para permitir ações localizadas”.

O governador lembrou que 479 cidades dos 645 municípios paulistas já tiveram casos da Covid-19. “Ou seja, 74% do estado já sofreu. Mas 26% ainda não sofreram e estamos analisando o sistema de saúde público e privado nessas cidades e em torno delas. Estamos vendo se há condição de oferta de UTIs”, explicou.

Via – CNN Brasil

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.