Conecte-se conosco

Destaque

Senegal recebe heróis da Copa Africana de Nações após título inédito

Publicado

em

Alguns se balançavam de cima de uma estrutura de outdoor. Outros dançavam sobre o asfalto. Quando a seleção nacional de futebol do Senegal aterrissou na capital Dacar após vencer sua primeira Copa Africana de Nações, cada um dos milhares de rostos presentes para recebê-los em casa estava em êxtase.

O craque Sadio Mané converteu o pênalti decisivo para selar a vitória do Senegal na disputa por pênaltis contra o Egito, que terminou em 4 a 2, após um empate de 0 a 0 na decisão, em Yaoundé, em Camarões, na noite anterior.

Foi uma vitória muito esperada para o país da África Ocidental que caiu para a Argélia na última final da Copa das Nações, em 2019. O Senegal também chegou à final do torneio em 2002, mas perdeu para Camarões nos pênaltis.

Sons de fogos de artifício, buzinas e aplausos ecoaram durante a noite em Dacar e manhã adentro nesta segunda-feira (7), quando centenas de pessoas vestindo camisetas de futebol ou envoltas em bandeiras senegalesas se reuniram do lado de fora do aeroporto para aguardar o retorno do time.

“Perdemos esses jogos há muito tempo. Estou assistindo o time desde os anos 1970, esperando”, disse Thierno Niane, um programador de computador de 60 anos, que veio dos subúrbios de Dacar horas antes para torcer pelo time.

“Ontem à noite eu estava chorando na frente da minha família – minha esposa e meus filhos”, acrescentou.

A música de dança senegalesa ecoou dos alto-falantes sobre a multidão de fãs enquanto a equipe descia do avião para receber as boas-vindas destinadas aos heróis. As estradas ao redor do aeroporto fluíam com uma enxurrada de torcedores que seguia até onde a vista alcançava.

“Estamos muito felizes e orgulhosos de nossos leões”, disse Amina Cisse, que apoia a seleção. “Nossos sonhos se tornaram realidade.”

 

 

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.