Conecte-se conosco

Destaque

Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo explica cancelamento da rodada do Campeonato de Futebol da Secretaria de Esporte do Estado

Publicado

em

A rodada do Campeonato de Futebol da Secretaria Estadual de Esportes que deveria ter ocorrido no fim de semana em Osvaldo Cruz, acabou não acontecendo por causa da demarcação do gramado do Estádio Breno Ribeiro do Val.

Os jogos envolvendo as cidades de Osvaldo Cruz, Adamantina, Parapuã e Rinópolis, são das categorias sub-11, sub-13 e sub-15.

O secretário de Esportes, Cultura e Turismo de Osvaldo Cruz, Diego Rogério Alves, veio a público através de coletiva de imprensa esclarecer o ocorrido. “Primeiramente gostaria de deixar claro que o campeonato não é da prefeitura, e sim da Secretaria Estadual de Esportes, Turismo e Lazer, e eles pediram o estádio para realizar essa fase. O regulamento diz claramente que não é permitida a presença de público, que foi uma das coisas cogitadas no dia do evento, e além disso o estádio Breno Ribeiro do Val tem uma sentença do Ministério Público, que proíbe a presença da torcida no local”, destacou.

Ainda segundo o secretário, em caso de descumprimento do que determina o Ministério Público, o município é penalizado. “Tem uma multa de R$ 10 mi e os pais foram avisados pelos grupos sobre essa proibição, além da orientação dos professores das escolinhas, aos alunos da modalidade. A programação marcada foi suspensa por alegação dos árbitros de que o gramado não tinha demarcação. Nós avaliamos essa demarcação na sexta-feira, último dia útil antes do jogo, e dentro dessas avaliações nós vimos condições para a realização dos jogos, pois as demarcações não estavam completamente nítidas, mas tinham condições sim de jogo, e chegando no dia das partidas, um dos nossos colaboradores consultando um dos árbitros ouviu dele aprovação para utilização do local.”, disse.

De acordo com o secretário, quando chegou a primeira equipe, oriunda de Adamantina, um membro da Comissão Técnica começou a fazer várias reclamações falando da demarcação. “Os árbitros e o delegado da secretaria conversaram e os jogos não aconteceram. A demarcação do estádio não ocorreu devido a vistoria não ter visto necessidade e pelos feriados e ponto facultativo, mas que isso uma prática rotineira nas praças esportivas do município. Nós fizemos reuniões internas, falamos com a prefeita Vera Morena e o Secretário Renê Gomes, e para não ter mais nenhuma brecha de reclamação, vamos procurar atender essa área com atenção.”, finalizou o Secretário de Esportes, Cultura e Turismo, Diego Alves.

 

 

 

Fonte: Metrópole Fm

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.