Ligue-se a nós

Esportes

São Paulo volta a jogar no limite e revive momentos da pior fase na temporada

Publicado

no

Daniel Alves, do São Paulo, em jogo contra o Athletico — Foto: Matheus Sebenello/NeoPhoto

Quando o São Paulo viveu seu pior momento na temporada, com pressão devido às eliminações precoces no Campeonato Paulista e na Libertadores, o time tinha o costume de jogar sempre em seu limite. Não importasse o adversário, a dificuldade na partida obrigava Diniz a tirar um zagueiro e colocar um atacante para tentar reagir.

Depois de um momento de estabilidade, com um time sólido que conseguia chegar com facilidade ao gol adversário, o São Paulo revive aquele momento de jogar novamente em seu limite.

Em três jogos em 2021, nenhuma vitória, e um futebol ruim. De quebra, vê a vantagem na liderança do Brasileirão diminuir cada vez mais.

No empate diante do Athletico, no último domingo, em Curitiba, a equipe comandada por Fernando Diniz fez um primeiro tempo irreconhecível, principalmente no ataque, e sofreu o gol em um dos únicos erros que cometeu na defesa.

Aos 38 minutos de jogo, Gabriel Sara errou um passe no meio de campo, Nikão recuperou a bola e armou um contra-ataque perfeito até os pés de Renato Kayzer.

Após o gol do Athletico, Diniz foi flagrado diversas vezes pelas câmeras da Globo com um semblante preocupado. Ele tinha a consciência de que nada estava dando certo no time.

No intervalo, então, o torcedor são-paulino reviveu um filme não tão antigo: o São Paulo voltava para o segundo tempo para jogar no limite. Saiu o zagueiro Bruno Alves e entrou o meia-atacante Vitor Bueno. A ideia era sufocar o adversário e ter cuidado com os contra-ataques.

A mudança surtiu efeito, e o Tricolor melhorou. Muito mais ligado no jogo e com presença de ataque, a equipe chegou ao gol de empate aos 15 minutos, em chute de fora da área de Tchê Tchê.

– O rendimento melhorou no segundo tempo. O jogo estava travado no primeiro, jogamos abaixo. É um time difícil de se jogar aqui. Tivemos mais a bola, mas eles colocaram as linhas próximas. No segundo tempo, um pouco com as mudanças e a mudança tática, conseguimos jogar mais entre as linhas e com as bolas longas. No segundo tempo estivemos mais próximos de ganhar do que o Athletico – afirmou Fernando Diniz em entrevista coletiva.

Precisando dos três pontos, esperar o Athletico não era uma alternativa, e o São Paulo seguiu no ataque. Isso fez com que os espaços se abrissem na defesa. Na mesma proporção que o Tricolor chegava, o time paranaense respondia. Volpi fez linda defesa em chute de Christian.

Aos 36 minutos, mais um atacante em campo. Gonzalo Carneiro entrou na vaga do meia Gabriel Sara, e a bola aérea passou a ser a melhor alternativa. O jogador teve a chance, aos 49 minutos, mas cabeceou para fora e não evitou que o São Paulo voltasse para casa com apenas um ponto.

A gordura de sete pontos conquistada na liderança do Brasileirão no final de 2020 acabou. A equipe precisará reencontrar seu momento de estabilidade na competição enquanto é tempo.

O jogo da próxima quarta-feira, às 21h30, no Morumbi, diante do Internacional, vai ser a maior prova de que esse São Paulo ainda é capaz de conquistar o título do Brasileirão. Vencer significa elevar o moral diante de um postulante à taça, que está agora a apenas um ponto de distância.

A derrota, no entanto, representaria a perda de liderança e uma ducha de água fria no time que chegou a ser considerado o melhor do Brasil em um passado não tão distante.

Globo Esporte
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.