Conecte-se conosco

APEOESP

Profissionais da educação maiores de 45 anos podem se vacinar a partir de 9/6

Publicado

em

 

Em mais um resultado da nossa luta permanente pela vacinação de toda a população e dos profissionais da educação como prioridade, em razão do trabalho que exercemos, o Governo do Estado anunciou que as pessoas com idade superior a 45 anos poderão ser vacinadas a partir de 9 de junho, incluindo os profissionais da educação.

A vacinação dos demais profissionais da educação, a partir de 18 anos, continua prevista para o período de 21 a 31 de julho, mas, obviamente, não cessaremos de lutar para que essa imunização seja antecipada. Para recordar: o Plano Estadual de Imunização, lançado em dezembro, não previa a vacinação antecipada para profissionais da educação. No mesmo dia em que foi lançado o plano, a APEOESP dirigiu ofício ao governador do Estado, apresentando essa reivindicação. Em março, a vacinação do segmento foi anunciada, mas limitada aos maiores de 47 anos. A APEOESP imediatamente oficiou novamente ao governador, reiterando a necessidade da vacinação de todos e todas. Em maio, a vacinação dos profissionais maiores de 18 anos foi a anunciada para o período entre 21 e 31/7. Nós nos mantivemos ativos nessa questão para que toda a categoria seja vacinada o mais brevemente possível e obtivemos mais um passo nesse sentido.

Os profissionais com idades entre 45 e 46 anos devem se cadastrar desde já no site vacinajá do Governo do Estado (https://vacinaja.sp.gov.br/).

Na coletiva, anunciou-se também que poderá ser realizada a testagem em massa na área da educação, outra de nossas reivindicações desde o início da pandemia, lamentavelmente até hoje não concretizada.

 

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 082/2021)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.