Ligue-se a nós

Destaque

Presídios da região oeste doam cerca de 4,5 toneladas de alimentos

Publicado

no

A campanha de imunização contra a Covid-19 além de salvar vidas, está ajudando a minimizar a fome de muitas pessoas no Estado de São Paulo, através da Campanha Vacina Contra a Fome do Governo do Estado de São Paulo. Nas unidades prisionais, ela foi implementada pelo Grupo de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (Gqvidass) da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Já na 1ª dose da vacina, foram arrecadados aproximadamente 10 toneladas de alimentos não perecíveis em todo o Estado, que irá beneficiar diversas famílias e instituições que estão passando por momentos difíceis devido à pandemia.  Somente em 43 unidades prisionais da região Oeste, durante as duas fases da campanha de vacinação, em abril e maio, foram arrecadados cerca de 4,5 toneladas de alimentos.

Ao todo 134 unidades participaram do projeto. Cada um dos cinco Centros Regionais de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor ficou responsável em contabilizar e organizar as coletas através das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipa) de cada presídio.

O intuito em desenvolver a campanha foi aproveitar a comoção e participação em massa dos colaboradores da SAP em uma situação tão pontual como o da vacinação contra a Covid-19, para promover a ação solidária de doação, de empatia e apelo social.

Beneficiados

Lar dos idosos de Pacaembu;

Central de Recolhimento da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto;

Lar Espírita Caminho de Nazaré, Lar da Velhice e Assistência Social e Instituto para Cegos Santa Luzia, todos em Araçatuba;

Santa Casa de Misericórdia de Birigui e de Flórida Paulista;

Asilo Lar São Rafael de Presidente Prudente;

Sociedade Bernardense de Apoio aos Portadores de Câncer de Presidente Bernardes;

Instituição Galpão do Bem de Mirandópolis;

Associação Abrigo a Idosos “Reverendo Guilherme Rodrigues Pereira” de Assis;

Associação dos Vicentinos de Presidente Bernardes;

Dispensário da Paróquia Santa Bibiana e Vila Vicentina Frederico Ozanam, ambos de Martinópolis;

Assistência Social Mariana de Pacaembu

Pastoral Social Nossa Senhora de Fátima de Presidente Venceslau;

Projeto Geladeira Solidária e Associação Casa de Apoio Quem como Deus”, ambos em Paraguaçu Paulista;

Rede Feminina de Combate ao Câncer e Centro de Apoio Terapêutico (CATOC), ambos de Osvaldo Cruz;

Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Fundos Sociais de Solidariedade de Icém, Lavínia, Nova Independência, Pacaembu, Riolândia, Paulo de Faria, São José do Rio Preto, Marabá Paulista, Andradina, Caiuá, Junqueirópolis, Pracinha, Presidente Venceslau, Lavínia e Tupi Paulista; e

Famílias de Dracena, Mirandópolis, Presidente Prudente, Irapuru e Florínea.

 

 

 

Assessoria de Imprensa da SAP

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.