Conecte-se conosco

Destaque

Prefeitura de Parapuã inicia a retirada do calçadão; trânsito de veículos será liberado no local

Publicado

em

Construído em 2013, o calçadão da Rua Sergipe, em Parapuã, entrou em fase de “demolição”, e será totalmente retirado, abrindo espaço para o trânsito de veículos e melhor mobilidade.

O local é alvo de reclamações de moradores, que acusam transtornos, já que a obra foi realizada em área residencial. Segundo eles, seus veículos particulares transitam junto com pedestres, já que ao sair da garagem o automóvel entra no calçadão, oferecendo riscos aos pedestres.

Outro problema apontado é a segurança, pois diariamente, segundo moradores e comerciantes, é notável o aglomerado de pessoas utilizando o espaço para consumo de bebidas alcoólicas, e até mesmo de entorpecentes, principalmente aos finais de semana.

Nossa reportagem esteve na manhã desta terça-feira (10) no local acompanhando as obras que já iniciaram. Unânime, os transeuntes ao notar o início da remoção do calçadão e quiosques, demonstraram para a reportagem uma sensação de “alívio”, como é o caso do Senhor Amaury, que enfatizou dizendo que “passou da hora de tirar isso daqui”.

“Isso aqui, se fosse por mim, já era para ter retirado a tempo. Sou a favor de tirar isso daqui sim, é um transtorno”, disse o morador.

O Portal de Notícias constatou uma das reclamações dos moradores. Os veículos, ao sair da garagem, não encontram alternativa, a não ser passar sobre o calçamento até chegar na Avenida São Paulo, ou na Rua Paraíba.

Outro fato, já conhecido pela população, é o setor de ambulâncias e da própria Polícia Militar, que ficam localizados no final da extensão do calçadão, sendo necessária a utilização do mesmo para o trânsito de ambulâncias e viaturas. Não há alternativas.

A obra, na época executada na administração do ex-prefeito Samir, custou mais R$ 300 mil reais, dinheiro oriundo da Secretaria de Estado do Planejamento e Desenvolvimento Regional, por meio de emenda parlamentar conquistada por um dos vereadores da época, com contrapartida da prefeitura.

No espaço de 1.650 metros quadrados, contém piso predominante de ‘ladrilho hidráulico’ rejuntado com argamassa, com áreas secundárias em concregrama (lastros de concreto armado circular com plantio de grama), iluminação de praça, floreiras, quiosques, bancos e mesas em concreto.

A Prefeitura Municipal informou que as luminárias, floreiras, e demais materiais, serão reutilizados para inserir em outro local do município.

O local, onde está o calçadão, será reformulado e sinalizado para melhorar o trânsito na área central, além de calçamento comum para a utilização dos pedestres.

Ainda não há previsão do término da obra, que deve receber um novo asfaltamento.

Fonte: Guia Online Parapuã
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.