Ligue-se a nós

Cidades

Prefeita eleita de Lucélia capacita novos secretários; conheça os nomes

Publicado

no

Visando melhorar o serviço público da Prefeitura de Lucélia e, consequentemente, o atendimento à população, a prefeita eleita Tati Guilhermino (PV) promoveu a primeira formação de uma série de capacitações, que devem ser estender durante o próximo ano, com os futuros secretários municipais.

O primeiro encontro foi realizado na segunda-feira (14), com a participação de: Anésio do Nascimento Vieira (Chefe de Gabinete), Érica Regina Ferreira Bernardinelli (Secretária de Administração), Luciana Sobradiel Contreira dos Santos (Secretária da Fazenda), Clayton Arini Teixeira (Secretário de Desenvolvimento), Giovani Marcheti Mantovani (Secretário de Obras e Serviços), Paula de Souza Araújo do Lago (Secretária da Assistência Social), Ana Lúcia Boldrini Teixeira (Secretária da Educação, Cultura, Esporte e Lazer), Patrícia Gonçalves Flores de Oliveira (Supervisora Municipal de Ensino), Márcia Regina Vudovix (Secretária de Saúde e Saneamento), Mariana Ribeiro Fernandes (Secretária de Meio Ambiente e Agricultura) e Bruno dos Santos (Secretário Jurídico), além do vice-prefeito Marcos Lima (PV)

Segundo a equipe de Tati Guilhermino, a formação visa proporcionar aos futuros secretários um processo reflexivo sobre atuação no dia-a-dia de suas secretarias junto aos servidores públicos municipais e no atendimento ao público. No processo formativo foi utilizado a metodologia ativa de ensino.

“Na capacitação ficou definido que cada secretário será multiplicador deste processo formativo, ou seja, fará a formação com seus diretores e servidores que compõem cada pasta, desencadeando o protagonismo e a autonomia em cada segmento”, ressalta a gestão Tati Guilhermino.

Para o encontro, a prefeita eleita contou com colaboradores os quais simularam situações vividas nos atendimentos nos espaços públicos pelos munícipes, as quais foram apontadas nos diálogos durante a campanha. As simulações tiveram por objetivo provocar reflexões que despertem mudanças no comportamento humano.

“No decorrer da formação os secretários realizaram autoavaliação de suas potencialidades e fragilidades, quando a formadora focou nas fragilidades elencadas por cada secretário e propôs um plano de melhoria. Lembrando que a autoavaliação e a avaliação formativa se fazem necessárias para um processo de capacitação de habilidades voltadas para o desenvolvimento de competências”, ressalta a equipe de Tati Guilhermino.

 

 

Fonte: Impacto Notícias

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.