Conecte-se conosco

Destaque

Preço da fome: carcaça de frango está 45% mais cara

Publicado

em

Famílias que recorreram aos cortes de carne de segunda e terceira estão tendo que desembolsar valores mais altos para comprar o alimento. Segundo a consultoria Safras e Mercados, houve um aumento de 45% na carcaça temperada de frango e de 60% no dorso em setembro, na comparação com o ano anterior.

Nos suínos, a maior alta foi observada no espinhaço (23,91%) e na orelha (20%). Os dados correspondem aos preços praticados em São Paulo, já que, conforme noticiado pelo G1, não há informações nacionais sobre os cortes.
– Cortes de carnes de segunda e terceira estão mais caros
– Segundo a Rede Mais Açougues, houve aumento de 100% nos preços das carnes de ossos
– Dorso de frango está 60% mais caro
Ainda assim, a Rede Mais Açougues, presente em 10 estados, aponta que as carnes de ossos – partes menos ou nada nobres – tiveram um aumento de 100% desde o começo da pandemia. O destaque vai para o pé de frango, cujo consumo aumentou 26%.
Ao portal, Diego Moscato, cofundador da Rede Mais Açougues, ainda revelou que caiu 22% a venda de carnes de primeira, como a maminha. Para ele, o consumo só continua por conta das classes A e B.
Alta nas carnes revela fome
De acordo com uma pesquisa divulgada em setembro pelo Datafolha, 67% dos brasileiros abandonaram o consumo de carne vermelha por conta dos preços.
Neste mês, o Procon-SC classificou como desumana a venda de ossos e aconselhou os estabelecimentos a realizarem doações. No Rio de Janeiro, um caminhão com restos de carne e ossos virou ponto de distribuição para moradores que têm fome.
Fonte:Yahoo
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.