Conecte-se conosco

Polícia

PF e PRF fazem maior apreensão de drogas da história no Brasil

Publicado

em

A Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fizeram a maior apreensão de drogas no Brasil na quarta-feira (20), ao localizarem aproximadamente 28 toneladas de maconha em um caminhão entre as cidades de Tacuru e Iguatemi, no Mato Grosso do Sul.

A operação foi destacada pelo presidente Jair Bolsonaro em mensagem na conta que mantém no Twitter. Além de falar sobre o total apreendido, ele marcou as contas do Ministério da Justiça e Segurança Pública e do ministro André Mendonça.

De acordo com PF, a apreensão começou depois de uma ação em um hotel na cidade de Ponta Porã, também no Mato Grosso do Sul. Lá, eles abordaram um homem de 38 anos, identificado como o motorista do caminhão, que apresentava comportamento considerado suspeito pelos agentes.

“Após o indivíduo iniciar o deslocamento, o caminhão foi abordado com auxílio da Polícia Rodoviária Federal e, durante a fiscalização da carga, foi facilmente constatada a presença de muitos pacotes contendo substância entorpecente conhecida como maconha, sob a carga de milho”, informou a PF.

O motorista detido alegou que recebeu o caminhão já carregado e que levaria a carga, disfarçada sobre um carregamento de milho, para São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

De acordo com dados da PF, até este mês, já haviam sido apreendidas mais de 48 toneladas de maconha em todo o país. O recorde anual de apreensões desta droga no Brasil foi em 2017, quando foram interceptadas 354 toneladas de maconha.

Via – CNN Brasil
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.