Conecte-se conosco

Covid-19

Para atender região, HC de Marília aumenta os leitos de UTI Covid-19 19/01/2022 09h32

Publicado

em

Conforme pactuação entre o Departamento Regional de Saúde (DRS-IX) de Marília, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HCFAMEMA) e os municípios, vai ser ampliada a partir desta quarta-feira (10) a oferta de 20 para 32 leitos de UTI Covid-19, para adultos. A informação foi divulgada em nota pela unidade de saúde, também publicada em seu site. “Nos últimos dias foi registrada uma alta taxa de ocupação e, conforme divulgado anteriormente que o HCFAMEMA ampliaria a oferta de leitos UTI COVID-19 caso atingisse os 80%, assim está sendo feito”, destaca o comunicado.

Segundo o Hospital, as novas vagas serão destinadas apenas ao tratamento de pacientes confirmados da referida patologia, conforme critérios de admissão descritos no Protocolo Clínico HCFAMEMA para Manejo da COVID-19 em Alta Complexidade, disponível no site Institucional www.hc.famema.br.

A nota destaca que o HCFAMEMA continua sendo a principal referência regional para os casos de antígeno e RT-PCR positivos da Covid-19 para DRS-IX Marília, incluindo as microrregiões de Assis, Ourinhos e Marília (com exceção do município de Marília, que também deve dispor de leitos de UTI Adulto Covid-19 para seus munícipes). Para as microrregiões Tupã e Adamantina, a referência primária para casos graves de Covid-19 permanece a Santa Casa de Tupã, que conta com 10 leitos de UTI Covid.

O HCFAMEMA informou também que já ampliou os leitos de Enfermaria Covid-19 no HC Materno Infantil, de seis para oito leitos de enfermaria pediátrica e de dois para seis leitos de enfermaria adulto destinados às gestantes e/ou puérperas. Para momento, a UTI Pediátrica/Neonatal COVID-19 permanecerá com dois leitos. “O HCFAMEMA sempre honrou o seu compromisso com a população e desta vez não foi diferente. Assim que atingimos a nossa capacidade de atendimento na UTI HC adulto, bem como nas enfermarias adulto e pediátrica no HC Materno Infantil, solicitamos a ampliação dos leitos UTI no HC adulto”, conta a superintendente do HCFAMEMA, Dra. Paloma Libanio.

Ela comenta que a responsabilidade de cuidar da saúde é de todos, e não apenas de um hospital. O HCFAMEMA, por exemplo, é a principal referência para a região e a terceira referência aos marilienses, sendo o HBU (Hospital Beneficente Unimar) e Santa Casa de Marília, a principal referência aos munícipes. Ambos também reduziram leitos quando houve a diminuição de casos na cidade.

A reorganização de leitos UTI Covid-19 aconteceu devido à redução dos casos, mas com a nova variante da doença e o aumento de pacientes com Síndrome Gripal, foi necessário ampliar a oferta dos leitos à população. “Estamos com os 32 leitos de UTI no HC Adulto destinados aos casos positivos da Covid-19, mas precisamos nos unir para atender a demanda, inclusive o município de Marília que também precisa ampliar a oferta de vagas por meio de seus hospitais prestadores. Os marilienses precisam desses leitos de UTI Covid-19. O compromisso de todos era ampliar leitos se o contexto epidemiológico exigisse, mas até este momento apenas o HCFAMEMA está reabrindo”, esclarece Dra. Paloma. “Aproveitamos a oportunidade para reiterar o nosso compromisso no atendimento à saúde da população de Marília e região, buscando constantemente o aprimoramento para melhor atender os nossos pacientes”, finaliza.

O HCFAMEMA resalta que a Portaria 4.226 de 31 de dezembro de 2021, do Ministério da Saúde, dispõe sobre o procedimento para desmobilização e pagamentos de leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI Adulto e Pediátrico Covid-19 autorizados, em caráter excepcional e temporário, para o atendimento exclusivo de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave SRAG/COVID-19.

 

 

Fonte: Siga Mais

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.