Conecte-se conosco

Covid-19

Osvaldo Cruz já vacinou 82% de toda população com pelo menos duas doses contra a Covid-19

Publicado

em

O Município de Osvaldo Cruz atingiu a chamada “imunidade coletiva” da população frente à pandemia da Covid-19. Até esta quarta-feira (9) a cidade atingiu a vacinação de um público vacinável com 82,5% de pessoas que receberam a primeira e a segunda doses pelo menos se comparada com sua população total, hoje estimada em 33.118 habitantes pelo IBGE.

Entretanto, há ainda 2.700 pessoas faltosas com a vacinação (de 1ª, 2ª e 3ª doses), segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Não fossem estas pessoas, Osvaldo Cruz estaria acima de 90% da população vacinada.
Segundo a Revista Veja, especialistas entendem que não há controle da doença com menos de 80% de toda a população imunizada. E isso inclui crianças e adolescentes.
Porém, nem todos os  moradores de Osvaldo Cruz têm direito à vacina. Assim, cerca de 6% de quem reside na cidade (menores de 12 anos de idade) não receberam imunizantes contra a Covid-19. Desta forma, a cobertura sobe para 88,17% dos cidadãos que podem ser vacinados, média próxima aos 90% anunciados ontem (10) pelo Governo do Estado com o ciclo completo contra o novo coronavírus.
O resultado da vacinação aponta os acertos das estratégias realizadas e compensa as filas enfrentadas durante o trabalho de imunização da população em alguns momentos, isto sem contar na população acima de 60 anos e mais categorias de profissionais de saúde que já receberam três doses dos imunizantes.
Segundo o Vacinômetro do Governo do Estado, Osvaldo Cruz havia aplicado até esta quarta-feira (10) um total de 55.172 doses, sendo 26.539 em primeira dose, 24.697 em segunda, 3.215 em terceira dose e 721 em dose única.
Mesmo assim a vacinação não para. Só ontem (10) foram vacinadas mais 127 pessoas no total, sendo 5 com a primeira dose, 59 com a segunda dose e 33 com terceira dose (dose de reforço).
O comparecimento em média de 100 pessoas diariamente para atualização de vacinas ou mesmo tomar a primeira dose mostra a preocupação da população em se proteger contra a pandemia, mas muitos só foram entender que a imunização é um dos poucos caminhos contra o novo coronavírus agora.
IMUNIDADE COLETIVA
Os índices esperados para alcançar a imunidade coletiva em relação ao coronavírus mudaram desde o início da pandemia. É bom lembrar que a obtenção desse status, em que a maioria da população está protegida contra o vírus, depende da quantidade de pessoas vacinadas contra ele e da queda na sua taxa de transmissão.
Só a partir de um determinado patamar de imunização é possível interromper a circulação de um vírus, porém é necessário não deixar de comparecer à vacinação nas datas corretas.
“Os jovens são o grupo que mais socializa e mais se expõe, colocando o vírus para circular. Por isso é urgente que eles também se vacinem”, aponta o epidemiologista Alexandre Naime, infectologista e professor da ​​Universidade Estadual Paulista (Unesp), que é voz divergente da corrente majoritária. Para ele, apenas com 90% de toda população vacinada contra a Covid com ao menos duas doses ou dose única (da vacina Jansen) é possível falar em imunidade coletiva.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Osvaldo Cruz
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.