Conecte-se conosco

Destaque

Operação da Polícia Civil prende 17 pessoas em cumprimento de mandados hoje, 10

Publicado

em

A Polícia Civil de Osvaldo Cruz realizou uma operação hoje, 10, para finalizar um inquérito em andamento sobre o tráfico de drogas.

Foram identificadas 23 pessoas, entre as quais 17 foram presas hoje no âmbito do cumprimento de mandados autorizados pelo Judiciário.

“Nosso objetivo é prender não apenas o pequeno traficante, mas também aqueles que vendem grandes quantidades de drogas”, disse o delegado Marcelo Marques Silva Lemes,

A Polícia Civil de Osvaldo Cruz informou que dois dos presos foram capturados em São Paulo e são pessoas que forneciam parte das drogas vendidas em Osvaldo Cruz. “Para isso contamos com duas equipes do DOPE em São Paulo (Departamento de Operações Especiais). Um já estava preso em uma penitenciária, outro foi preso em Parapuã e mais um em Adamantina”, completou o delegado Marcelo.

Como funcionava a quadrilha?

Um dos traficantes presos em São Paulo fornecia as drogas vendidas em Osvaldo Cruz, distribuía para alguns intermediários e estes repassavam para traficantes menores. “Conseguimos então identificar esse traficante que financiava as drogas e ao todo já prendemos 17 envolvidos nessa quadrilha de venda de entorpecentes”, disse o delegado.

A operação contou com 88 policiais envolvidos e mais de 20 viaturas. “Outros podem ser presos ainda hoje. Na primeira fase fizemos algumas prisões temporárias e alguns foram liberados. O tráfico de drogas infelizmente não acaba e nosso foco é prender quem distribui os entorpecentes. Às vezes demora um pouco a investigação, mas nosso alvo são também os financiadores, os grandes traficantes até o final da organização criminosa”, completou o delegado Marcelo.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.