Conecte-se conosco

Destaque

Operação Carnaval 2022 registra aumento de 38% nas autuações por ultrapassagem proibida

Publicado

em

A Operação Carnaval 2022 registrou aumento de 38% nas autuações por ultrapassagem proibida em rodovias do Oeste Paulista. A fiscalização da Polícia Militar Rodoviária em mais de 1,5 mil quilômetros de estradas teve início à 0h da última sexta-feira (25) e foi encerrada às 23h59 desta quarta-feira (2).

A ação foi desenvolvida em 56 municípios da região de Presidente Prudente. Segundo a corporação, o balanço foi feito com o comparativo da média das operações realizadas entre 2019 e 2021.

Outra autuação que registrou elevação foi o registro de imagens por radar, com aumento de 3%, passando de 1.403 para 1.446.

As demais infrações tiveram queda. Uso de celular foi de 52 para 34 (-34%), embriaguez ao volante, de 94 para 86 (-8%), e falta de uso de cinto de segurança, de 313 para 247 (-21%).

Foram quatro acidentes a menos sem vítimas, e uma ocorrência a mais com vítimas.

Houve redução também de vítimas leves, que passaram de 14 para oito. Foram seis vítimas graves, número que se manteve estável e houve aumento de duas vítimas fatais, que passou de uma para três.

“Cabe ressaltar que a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada, pois em grande parte dos casos, a causa desses sinistros continua relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres, bem como o desrespeito às sinalizações”, afirmou a Polícia Rodoviária.

Este ano, não houve pessoas presas em flagrante e apreensão de drogas.

“A comparação da presente Operação se deu com a média dos 3 (três) últimos anos, dado ao fato de que o ano de 2021, devido às restrições sanitárias vigentes à época, o número foi demasiadamente reduzido. Para tanto, a fim de haver uma comparação justa, realizamos a comparação com os três últimos anos, com exceção dos dados criminais que se referem somente ao ano de 2021 e 2022”, salientou a polícia.

 

 

 

Fonte: G1

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.