Ligue-se a nós

Economia

OC tem saldo positivo na geração de empregos formais pelo quinto mês consecutivo

Publicado

no

Comércio teve desempenho alto em novembro, e impulsionou saldo positivo (Foto: Leandro Antoniazzi/Reprodução Facebook)

Pelo quinto mês consecutivo, Osvaldo Cruz registrou saldo positivo na geração de empregos formais.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados ontem, 23, apontam que em novembro Osvaldo Cruz abriu 67 novas vagas – saldo de 185 admissões e 118 demissões.

Destaque para o Comércio que abriu 33 novas vagas em novembro.

Logo atrás, aparecem Serviços e Indústria, que abriram 18 e 15 vagas respectivamente.

Já o setor da agropecuária abriu uma vaga.

Acumulado do ano ainda é negativo

Apesar dos cinco últimos meses com saldo positivo, o acumulado do ano em Osvaldo Cruz ainda é negativo na geração de empregos com carteira assinada.

De janeiro a novembro, Osvaldo Cruz registrou o fechamento de 47 vagas – saldo de 1843 admissões e 1890 demissões.

Brasil

Pelo quinto mês consecutivo, o número de contratações com carteira assinada superou o de demissões no Brasil. Segundo dados do CAGED, o país criou 414.556 vagas de emprego em novembro. O número é o melhor da série histórica da pesquisa, iniciada em 1992.

Ao avaliar os dados, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o fato dos setores de comércio e serviços, os mais atingidos pela pandemia, com 179.261 e 179.077 postos respectivamente, terem sido destaques na geração de emprego, significa o Brasil apresenta uma “retomada em V da economia”.

“Como eu disse, o Brasil está surpreendendo o mundo. As reformas prosseguiram, em ritmo mais lento, mas seguem acontecendo, e a economia brasileira voltou em V, como poucos acreditavam. Em vez da destruição de 1,5 milhão de empregos, como na recessão de 2015, da destruição de 1,3 milhão em 2016, nós já estamos, antes de chegarem os dados de dezembro, com 227 mil empregos criados”, destacou.

Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.