Conecte-se conosco

Destaque

Novo preço da zona azul em Adamantina começa nesta quarta-feira (1), com cartão a R$ 2

Publicado

em

Começa a vigorar nesta quarta-feira (1) o novo valor da tarifa da zona azul em Adamantina. Depois de sete anos sem aumento, o valor subiu de R$ 1,50 para R$ 2,00, conforme Decreto Municipal Nº 6485, de 21 de fevereiro de 2022. A revisão do valor pelo poder público municipal atendeu solicitação do Instituto de Assistência ao Menor de Adamantina (IAMA), que tem concessão para operar o serviço.

Conforme justificou a Instituição ao município, o pedido decorre da defasagem do referido valor que não sofreu nenhum reajuste desde novembro de 2014. Além disso, o novo valor se justifica em virtude dos aumentos consideráveis de salários e encargos sociais e trabalhistas, bem como as contas de água, luz, entre outras, enquanto a tarifa permaneceu inalterada.

Zona azul emprega 21 trabalhadores e receitas ajudam no atendimento a 130 crianças

Ouvido pelo SIGA MAIS na segunda-feira da semana passada (21), o presidente do IAMA, Dorival Manfrinato explicou que a Zona Azul emprega 21 funcionários, que atuam na área demarcada de estacionamento rotativo no centro da cidade. Ele explicou que os valores até então cobrados, desde 2014, estavam desatualizados em razão dos custos atuais com remuneração e encargos dos trabalhadores, além de outras despesas operacionais.

Ele pondera que além do impacto direto na geração de 21 empregos, as receitas da zona azul também ajudam no custeio da Instituição, que tem atualmente cerca de 130 crianças matriculadas, sobretudo moradoras do Jardim Brasil. Elas são atendidas com atividades de recreação, convivência, apoio pedagógico e reforço escolar, além de receberem refeições no local.

Outro fator apontado por Manfrinato, como justificativa para a correção do valor da zona azul, está em torno dos reflexos decorrentes da pandemia da Covid-19, que ao longo dos dois últimos anos impediu a realização de atividades e eventos que permitiam angariam fundos, como bingos e a barraca na ExpoVerde. Sem esses recursos complementares, as finanças ficaram comprometidas.

O que tem auxiliado na complementação das receitas, mensalmente, são os valores oriundos da zona azul, que deveriam ser alocados como reserva de contingência, para pagamentos de indenizações como férias, décimo terceiro, outras indenizações trabalhistas e despesas extraordinárias. Porém, os recursos estão sendo integralmente esgotados com o custeio mensal da Instituição, em suas atividades e atendimentos com as crianças.

Mais 16 trabalhadores atuam diretamente no atendimento às crianças

Além dos 21 funcionários que atuam na zona azul, outros 16 trabalham diretamente na sede do IAMA, no Jardim Brasil.

Manfrinato destacou que a Instituição recebe recursos oficiais para seu funcionamento, como subvenções da área social repassadas pelo poder público – sendo a maior parte de origem municipal –,  além de repasses por meio do Imposto de Renda do Bem. Porém, conforme o presidente, são insuficientes para todo o custeio, o que torna as receitas da zona azul imprescindíveis ao seu funcionamento.

O presidente do IAMA aposta agora em duas emendas parlamentares, para ajudar com as atividades da instituição. Uma, de R$ 45 mil, para custeio, por meio do deputado federal Ricardo Izar, pela atuação dos vereadores Aguinaldo Galvão e Riquinha, e outra para obras de melhorias no local, pelo deputado estadual André do Prado, via atuação do vereador Hélio José dos Santos.

As duas demandas depende ainda de aprovação e liberação.

 

 

Fonte: Siga Mais

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.