Conecte-se conosco

Destaque

Mais de 2,1 mil mutuários inadimplentes com a CDHU no Oeste Paulista podem renegociar dívidas

Publicado

em

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) realiza o parcelamento de dívidas de mais de 2.102 mutuários da região de Presidente Prudente que estão com três ou mais prestações em atraso. O valor a ser renegociado é de R$ 8,3 milhões.

Ao todo, as propostas de acordo para parcelamento da dívida até o final do contrato de financiamento foi enviada para de 32.763 mutuários, com um valor total de R$ 135 milhões. A CDHU informou que o montante será reinvestido na construção de mais moradias populares.

Pela proposta enviada, cada um dos mutuários inadimplentes recebe um boleto personalizado, já calculado o valor da entrada que corresponde a no mínimo 10% de toda a dívida, com data de pagamento para 23 de junho. O mutuário também é informado na carta qual será o valor mensal das prestações futuras do acordo. Depois de efetuar o pagamento desta parcela de entrada, o mutuário receberá um novo carnê, cujas prestações já vão incluir os valores atrasados acordados.

Outros 42.929 mutuários que estão com suas parcelas atrasadas em todo o Estado, referentes a acordos anteriores já feitos com a CDHU, também receberam em suas casas um boleto único para quitar o débito acumulado com isenção de juros e correção monetária. Neste caso, o valor máximo do boleto é de R$ 1 mil e a data de pagamento também é 23 de junho.

Os mutuários inadimplentes que não receberam pelos Correios propostas de acordo e desejarem regularizar a situação devem acessar o site da CDHU ou ligar para o Alô CDHU (0800-000 2348).

 

 

 

Fonte: G1

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.