Ligue-se a nós

Destaque

Justiça solta cuidadora presa suspeita de manter idosos em cárcere privado e furtar mais de R$ 200 mil de vítima

Publicado

no

A cuidadora suspeita de manter em cárcere privado um idoso, de 79 anos, e a irmã dele, de 72, e de furtar mais de R$ 200 mil da conta bancária de um deles foi solta após audiência de custódia, realizada nesta terça-feira (16). A prisão dela tinha sido registrada no dia anterior, em uma agência bancária de Botucatu (SP).
A mulher, de 41 anos, irá responder em liberdade por sequestro, cárcere privado e furto. Conforme decisão, a Justiça considerou o fato dela não possuir antecedentes criminais. No entanto, ela não pode se aproximar ou manter contato com as vítimas.
Além da cuidadora, o marido dela e um advogado que recebeu transferências bancárias também são investigados no caso.
Denúncia e prisão
A prisão da cuidadora ocorreu na tarde da última segunda-feira (15) enquanto a mulher tentava realizar uma transferência bancária, de aproximadamente R$ 300 mil, em uma agência no centro de Botucatu.
A denúncia chegou até a polícia após o responsável por cuidar da vida financeira da dupla ter desconfiado do comportamento da cuidadora, contratada no final de 2023. O homem possuía uma procuração para auxiliar os idosos financeiramente desde 1993.
Em novembro de 2023, em razão da piora de saúde da idosa, o rapaz e o idoso decidiram contratar a cuidadora, de 41 anos, que teria a obrigação de cuidar do casal durante o período diurno.
No entanto, cerca de um mês depois, a cuidadora teria levado o casal de idosos para morar com ela, além de passar a bloquear o contato deles com outras pessoas. Ela teria chegado a proibir a visita do procurador financeiro.
Em contato com o gerente do banco do idoso, o procurador afirma que houve, em 30 dias, a retirada de cerca de R$ 202 mil da conta da vítima por parte da cuidadora e de um advogado.
No momento em que estava na delegacia, o procurador do casal de idosos recebeu a ligação do gerente do banco informando que a cuidadora se encontrava na agência, acompanhada dos idosos, a fim de realizar um novo resgate de aproximadamente R$ 300 mil.
Os policiais foram até a agência bancária e surpreenderam a cuidadora, que estava acompanhada também do marido. De acordo com o Boletim de Ocorrência, questionada pelos policiais, a suspeita do crime deu várias versões contraditórias, enquanto o marido dela afirmou desconhecer as transferências bancárias.
Na casa onde os idosos eram mantidos, os policiais encontraram remédios e ainda um automóvel recém comprado pela cuidadora. Ela afirmou que o idoso teria autorizado a compra do veículo para que pudesse levá-lo para passear. Ainda segundo o BO, as vítimas apresentavam confusão mental.
A mulher foi presa em flagrante por sequestro, cárcere privado e furto qualificado. A Polícia Civil segue investigando o caso.
Fonte: G1
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.