Conecte-se conosco

Destaque

Justiça nega pedido para adiar o Enem 2020

Publicado

em

A Justiça de São Paulo negou pedido para que o Enem 2020 fosse adiado. Segundo decisão, em casos de cidades com elevados riscos de contaminação, é responsabilidade das autoridades locais impedirem a realização das provas.

Com isso, os 5,78 milhões de candidatos inscritos realizarão as provas nos dias 17 e 24 de janeiro (versão impressa). Em casos de cidades que tiverem as provas impedidas de serem realizadas, o Inep deve marcar nova data.
Ao todo, são 14 mil locais de provas e 205 mil salas em todo o país. Em relação aos estados, o com maior quantidade de candidatos inscritos é São Paulo com 910.482 inscritos.
Em seguida, seguem Minas Gerais, com 577.227, e Bahia, com 446.978 candidatos inscritos.
Segundo decisão da Justiça, a situação da pandemia “pode ser mais ou menos grave do que em outra cidade”, cabendo a decisão de adiar as provas para as autoridades sanitárias locais.
Além disso, decisão cita cuidados dos candidatos para minimizar possíveis contágios e que as medidas tomadas pelo Inep são adequadas.
O pedido para adiamento do Enem foi realizado no dia 7 de janeiro em ação conjunta com a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e as entidades da Campanha Nacional pelo Direito à Educação e Educafro.
Fonte: Direção Concursos
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.