Conecte-se conosco

Destaque

Jovens são empregados por meio do projeto Escola da Nuvem em Osvaldo Cruz

Publicado

em

Uma das preocupações do Fórum Multiplic é o desenvolvimento econômico e social da parcela jovem da população, pois são eles o futuro da cidade. Para atingir este objetivo, é necessário criar recursos e oportunidades para que eles possam ter melhor qualidade de vida e uma inserção no mercado de trabalho em condições favoráveis.

E mais uma conquista foi atribuída ao Multiplic com 2 alunos da Escola da Nuvem empregados em grandes empresas. Dessa forma, assim como esses dois jovens e os outros que virão, eles permanecerão no município gerando riqueza e desenvolvimento.

E é por isso que o Multiplic foi atrás de trazer a Escola da Nuvem para Osvaldo Cruz, cujo foco do projeto é a inserção dos alunos no mercado de trabalho. O curso oferece uma grade curricular atenta as demandas atuais que o profissional precisa ter para ir em busca do seu primeiro emprego. Entretanto, a computação em nuvem vem criando uma alta demanda por esses profissionais com habilidades específicas na tecnologia.

Claudio Tonol, Presidente do Multplic, afirma que a pandemia gerou ainda mais oportunidade para alguns setores da tecnologia, por que mesmo distante dos centros das grandes metrópoles os jovens podem se qualificar e permanecer trabalhando aqui em Osvaldo Cruz, em formato home office. “É um fato que os profissionais graduados nessa tecnologia conseguem uma maior remuneração, com salários acima da média do mercado. Essa profissão é uma das promessas do futuro para as empresas. Hoje a busca por especialização nessa área a torna uma opção de alta empregabilidade e nós enxergamos isso como opção para alavancar as oportunidades dos jovens da cidade e da região”, concluiu Tonol.

Os dois jovens agora empregados comemoram o feito e estão ansiosos para essa nova jornada. Gabriel Machado, 18 anos, empregado pela Tok&Stok empresa nacional, referência em design e decoração, irá atuar no setor de tecnologia em nuvem e conta que teve uma experiência positiva com o curso. “Tive uma experiência muito boa com esse curso, as aulas ao vivo eram de muita qualidade, no começo não tinha conhecimentos sobre o curso, mas o instrutor foi didático e tornou essa experiência incrível. Eu tive uma oportunidade de emprego muito boa e parece até irreal, é realmente um privilégio trabalhar de casa, home office em uma empresa renomada.”

Tiago Augusto Dal Acqua, 17 anos, está empregado pela empresa Doctor TIS, especializada em telemedicina. Ele conta que trabalhar em uma empresa grande, daqui de Osvaldo Cruz é uma realização. “O curso vai ajudar bastante na minha carreira profissional por que ele proporcionou um conhecimento base, para tirar uma certificação e isso é muito importante para arrumar um emprego. Poder trabalhar em uma empresa fora da minha cidade, em casa, é muito bom, você tem o conforto da casa e se sente seguro e eu acho que trabalhar em uma empresa grande como primeiro emprego é muito bacana”.

A CEO da Escola da Nuvem, Ana Letícia Sanguinetti Lucca, comemora o sucesso da parceria e pretende estender e ampliar os trabalhos, para que mais jovens tenham oportunidade profissional. “O projeto Escola da Nuvem tem como propósito transformar vidas, combatendo a vulnerabilidade social por meio do desenvolvimento profissional junto ao mercado de tecnologia. Para nós da Escola, poder contar com parcerias como a Multiplic e ACEOC é fundamental para o sucesso do projeto e mais que isso, poder ver esse propósito sendo concretizado por meio das contratações desses jovens enche os nossos corações de alegria. Somos gente do bem querendo fazer o bem e contar com mais pessoas e instituições como o Multiplic e ACEOC para ampliar a atuação do nosso propósito tem sido um grande presente.”

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Multiplic

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.