Conecte-se conosco

Destaque

Irmãos confessam ter matado açougueiro às margens da SP-425, em Parapuã

Publicado

em

A Polícia Civil de Parapuã identificou e prendeu um casal de irmãos que confessaram ter matado o açougueiro Agnaldo Rogério de Carvalho, de 50 anos. A vítima foi executada com 13 tiros e o carro em que dirigia foi queimado pelos autores. O crime ocorreu às margens da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), quilômetro 373, em Parapuã.

A prisão se deu após a Polícia Civil, através da Delegacia de Parapuã, realizar um intenso trabalho de inteligência, onde com a minuciosa investigação obteve detalhes dos autores do homicídio, sendo um homem de 22 anos e uma mulher de 28 anos, de origem cigana, que estavam foragidos na cidade de São José dos Campos, onde ocorreu a operação “corte fino”, na manhã desta quarta-feira (18), resultando na prisão.

 

Ainda segundo a Polícia ambos são Moradores da região de Fernandópolis (SP).

“Finalizamos o caso com a prisão de um casal, uma mulher de 28 anos e um homem de 22 anos. Os autores são da região de Jales/Fernandópolis. Ambos estavam foragidos em São José dos Campos, onde possuem familiares”, informou o Delegado José Luís Junqueira.

Os irmãos confessaram o crime e relataram em depoimento que o motivo foi passional. A arma usada, uma de 9 milímetros, não foi localizada.

Ainda durante a prisão do casal de irmãos houve uma autuação em flagrante, já que o homem de 22 anos estava em posse de uma outra arma de fogo, um revólver calibre 38.

A dupla foi indiciada por homicídio duplamente qualificado, além de dano qualificado por terem ateado fogo no veículo da vítima. Eles já tiveram a prisão preventiva decretada.

Em um todo a operação obteve apoio da DIG e da Dise de Tupã, através dos delegados titulares das Delegacias, Dra. Milena Davoli Nabas de Melo (DIG) e Dr. Flavio Delgado de Melo

 

 

 

Fonte: Guia Online 

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.