Conecte-se conosco

Covid-19

Estado de São Paulo tem primeiro dia sem registro de mortes por Covid-19

Publicado

em

O estado de São Paulo não registrou nenhuma morte por Covid-19 nesta segunda-feira (8) pela primeira vez desde o início da pandemia. Os novos registros não significam, necessariamente, que não ocorreram mortes nesta data, mas que nenhuma foi computada em sistema neste período.

A média móvel diária de mortes, que leva em consideração os registros nos últimos sete dias, foi de 73 óbitos por dia nesta segunda.
Habitualmente, as notificações são menores às segundas-feiras, finais de semana e feriados, por conta do atraso na contabilização, já que muitos municípios não fazem registros no sistema aos domingos. Apesar disso, esta é a primeira vez que o estado não registrou nenhuma morte, desconsiderando apenas os dias em que houve falha no sistema oficial.
Embora o estado não tenha registrado mortes nas últimas 24 horas, a média móvel diária ainda é de 73 nesta segunda-feira. Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias. Como o cálculo da média móvel considera um período maior do que o registro diário, é possível medir de forma mais fidedigna a tendência da pandemia.
O valor desta segunda é 23% maior do que o registrado há 14 dias, o que indica tendência de alta nas mortes por Covid-19 no estado.
Apesar da tendência de alta, o estado mantém, há 28 dias seguidos, a média móvel de mortes abaixo de 100. No pior momento da pandemia, em abril deste ano, o estado chegou a registrar 890 mortes em média por dia. Naquele período, pelo menos 500 pessoas morreram com Covid à espera de um leito de UTI no estado. A fila em todo o estado chegou a ter mais de 1.500 pacientes.
Com o avanço da vacinação, as mortes começaram a cair bruscamente. Atualmente, o estado tem 70,4% da população total com esquema vacinal completo. São Paulo fechou o último mês de outubro com o menor número de óbitos desde abril de 2020.
São Paulo é o estado com maior porcentagem da população imunizada, de acordo com levantamento nacional realizado pelo consórcio de veículos de imprensa.
Segundo dados do Vacinômetro atualizados até as 16h56 desta segunda, foram aplicadas 73,4 milhões de doses no estado, o que representa:
– 100% da população adulta com uma dose;
– 89,5% da população adulta com esquema vacinal completo;
– 83,9% da população total com uma dose;
– 70,4% da população total com esquema vacinal completo.
Ainda há 5,3 milhões de pessoas com dose atrasada no estado.
Fonte: G1
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.