Conecte-se conosco

Uncategorized

Éder da Farmácia: “Parapuã é uma cidade de pessoas do bem, solidárias e de famílias conservadoras, e é por esse povo que estou aqui”

Publicado

em

Em sua primeira disputa política, o enfermeiro Éder Castro Menezes, o Éder da Farmácia (Republicanos), conquistou a marca de mais votado ao cargo de vereador na eleição deste ano. Com 349 votos, o profissional da saúde é um dos seis novos eleitos para legislatura 2021/24. As outras três cadeiras permanecem ocupadas por parlamentares que foram reeleitos.

Ao IMPACTO, o novo vereador destaca as motivações que o levaram a disputar o cargo, como a vontade de contribuir para melhorar a vida das pessoas. Aliado ao desejo de ajudar os parapuenses, Éder ressalta a influência de sua mãe neste processo.

“Sempre fui morador de Parapuã, tive uma mãe que era literalmente ligada a política no Município. Ainda, quando criança, por muitas vezes vi ela ajudar as pessoas, e sempre guardei isso para mim. Quando jovem, confesso que não gostava muito de política, mas ela comentava que seu sonho era que me tornasse um político do bem, ter a oportunidade de ajudar as pessoas. E colaborar com a comunidade sempre esteve enraizado comigo, seja profissionalmente ou como ser humano mesmo, então, entendo dentro deste contexto que a política é mais uma ferramenta de contribuir com o próximo de forma digna. Comecei a participar de grupos políticos somente depois de adulto, portanto, esta conquista era um sonho dela, e ofereço a minha mãe”.

Além de Éder da Farmácia, os novos representantes dos parapuenses na Câmara são: Ney Temporim (PV), Tenente João Miguel (PSDB), Rick do Marquinho (PP), Mosquinha (PSDB) e Amaral (PL). Molina (PTB), Paulinho (MDB) e Lee Jefferson (PP) foram reeleitos.

“Foi uma eleição atípica, tranquila e com diminuição acentuada dos eleitores no comparecimento às urnas, acredito que devido a pandemia e também pelas pessoas desacreditarem momentaneamente da política. A reeleição do prefeito [Gilmar Martin Martins] e troca de 70% dos vereadores mostram que realmente o eleitor está contente com a Administração Municipal, porém, quer mudança no legislativo. Temos que respeitar, na democracia o povo tem direito de escolha”, avalia Éder.

Com 24 anos de atuação na área da saúde, o vereador eleito disse que se surpreendeu com a votação. “Fiquei muito feliz e realizado, porém, sei de minha responsabilidade. A votação expressiva se deve ao povo que aprendeu a votar, e muitos votaram de forma consciente”.

Questionado sobre a presidência da Câmara, Éder diz que pretende disputar a função, mas ainda não iniciou a articulação política.

“Até o momento não tive contato sobre o assunto com os outros candidatos eleitos e nem com o executivo. Tenho encontrado meus futuros colegas de Câmara, porém, apenas para parabenizar e desejar sorte e união. Creio que nos próximos dias se iniciará um movimento neste sentido. Pretendo disputar a função, mas sei que têm outros nomes também qualificados para assumir. Só peço que quem assumir pense no lado técnico, e também no povo. Sem acordos para benefício próprio, é assumir e fazer o certo: legislar, fiscalizar e estreitar o elo do povo com o poder executivo. Se eu realmente concorrer e chegar a assumir a cadeira será nesse formato que exercerei a função”.

Éder da Farmácia finaliza com sua mensagem de agradecimento. “Agradeço primeiramente a Deus pela conquista, imensamente a população pela votação expressiva, as pessoas que me ajudaram diretamente, a minha família e ao meu grupo político. Parabenizo todos candidatos não eleitos pela garra, parabenizo também todos os eleitos do legislativo e do executivo, e desejo sorte, discernimento e união para todos nós. Parapuã é uma cidade de pessoas do bem, solidárias e de famílias conservadoras, e é por esse povo que estou aqui. Gratidão a cada um de você

 

Fonte: Impacto Notícias

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.