Conecte-se conosco

Destaque

Drogas sintéticas e manuscritos são apreendidos durante revistas de visitantes em penitenciárias do Oeste Paulista

Publicado

em

Droga sintética, conhecida como K4, e manuscritos foram apreendidos durante o fim de semana em penitenciárias, conforme divulgou, nesta terça-feira (16), a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste (Croeste). No total, foram quatro flagrantes que resultaram na suspensão de visitas de quatro mulheres e na apuração disciplinar de sentenciados das unidades prisionais.

Irapuru
No último domingo (14), a visitante de um sentenciado da Penitenciária de Irapuru tentou entrar no local com objeto ilícito. Durante o procedimento de revista, os agentes localizaram escondidos e costurados no cós da calça 10 papelotes retangulares de cor amarela aparentando ser a droga sintética conhecida como K4.
A visitante e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil para as devidas providências. Ainda foi instaurado o procedimento disciplinar para averiguação dos fatos.
Presidente Bernardes
Na Penitenciária Sílvio Yoshihiko Hinohara, de Presidente Bernardes, no sábado (13), durante procedimento de revista através do scanner corporal, foi visualizada uma imagem suspeita na região da cintura de uma visitante. Ao ser questionada, a mulher retirou duas folhas de caderno na cor amarelo esverdeado aparentando ser a droga sintética conhecida como K4.
A visitante foi suspensa do rol de visitas e foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade do sentenciado que receberia o ilícito.
Presidente Venceslau
Também no domingo (14), a visitante de um sentenciado da Penitenciária Maurício Henrique Guimarães Pereira, a P 2 de Presidente Venceslau, tentou sair da unidade com folhas de manuscrito em suas vestes.
Durante o procedimento de saída das visitantes, servidoras da unidade observaram que uma mulher portava em suas vestes dois manuscritos contendo anotações de agência bancária. A visitante e a apreensão foram encaminhadas para a Delegacia da Polícia Civil e a mulher foi suspensa do rol de visitas. Já o sentenciado foi isolado cautelarmente para apuração dos fatos.
Na sequência, outra visitante tentou deixar a unidade prisional com um manuscrito em suas mãos. O papel continha anotações endereçadas à defensora do sentenciado. A mulher também foi suspensa do rol de visitas. O manuscrito foi aprendido e o sentenciado conduzido cautelarmente ao Pavilhão Disciplinar para apuração dos fatos.
Fonte: G1
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.