Conecte-se conosco

APEOESP

Dia 3/6 vamos lotar a praça da república!

Publicado

em

Não opte pelo subsídio Defenda a nossa carreira’

QUEREMOS

 33,24% de reajuste já!
 Fim do confisco de aposentados e pensionistas
 Revogação da Resolução 26/2022 – acesso ao conhecimento
para todos os estudantes
 Protocolos sanitários nas escolas – a pandemia não acabou
 Pelo direito de alimentação nas escolas a estudantes e profissionais da Educação
 Fim dos programas excludentes
 Reposição, pagamento e retirada das faltas de greves e paralisações
E demais reivindicações.

A Diretoria Executiva da APEOESP, reunida em 12 de maio, decidiu
encaminhamentos para as campanhas e ações centrais do nosso Sindicato neste momento.

CALENDÁRIO

Dia 19 de maio – 11 horas – Sede Central da APEOESP – lançamento
do Comitê Estadual Sindical
Dia 19 de maio – 18 horas – Oficina: venha saber como fica sua vida
se você aderir ao subsídio e ao desmonte da nossa carreira
Dia 3 de junho – 10 horas – Reunião do Conselho Estadual de Representantes – precedido de Reuniões de Representantes nas
subsedes
Dia 3 de junho – 16 horas – Assembleia Estadual dos Professores – Praça da República

A assembleia estadual do dia 3 de junho é fundamental para que possamos barrar a implementação da farsa do subsídio e o desmonte da nossa carreira. A APEOESP está em campanha para que os professo-res não optem pelo subsídio, de forma a impedir que ele se concretize e para que possamos, em um novo governo, lutar pelo resgate da nossa carreira e seu aperfeiçoamento. Portanto, desde já todas as subsedes devem realizar intensa visitação às escolas, dialogando com todos os professores e professoras, não apenas para não aderirem ao subsídio, mas para debaterem essa questão nas escolas, pois está nas mãos de cada um e cada uma a defesa da nossa vida profissional.

 

Oficina para explicar detalhadamente o subsídio e suas consequências

Para que toda a nossa categoria possa posicionar-se de forma consciente e consistente frente ao subsídio e demais dispositivos da lei 1374/2022, a APEOESP realizará no dia 19 de maio, às 18 horas, uma oficina denominada “Venha saber como fica sua vida se você aderir ao subsídio e ao desmonte da nossa carreira”, aberta à participação do maior número possível de professoras e professores. Haverá a presença de técnicos que farão exposição detalhada do assunto. O link e demais materiais de divulgação serão brevemente encaminhados às subsedes, que devem fazer um amplo trabalho de convocação.

 

QUEREMOS A APLICAÇÃO DO REAJUSTE DO PISO SALARIAL: 33,24% JÁ

A luta pela valorização salarial da nossa categoria é prioritária e constante. Graças ao nosso empenho e mobilização, no processo de tramitação do PLC 3/2022, iniciamos com zero de reajuste e saímos com
10% sobre o salário, quinquênios, sexta-parte. Demais servidores tiveram reajuste apenas sobre o salário base. Entretanto, 10% ainda é insuficiente diante da grande corrosão dosnossos salários. Temos direito ao reajuste de 33,24% do piso salarial profissional nacional para todos os integrantes da nossa carreira, da ativa e aposentados, na perspectiva da meta 17 dos Planos Nacional e Estadual de Educação, para a equiparação de nossa remuneração à média salarial dos demais profissionais com nível superior.
Lembramos que esse índice de reajuste do piso foi conquistado com luta, pois Bolsonaro queria reduzi-lo a apenas 9.8%.

 

CADÊ A TERCEIRA PARCELA DO ABONO FUNDEB, GOVERNADOR?

É de amplo conhecimento que a APEOESP participou ativamente da luta que conquistou o FUNDEB permanente, ampliando as verbas para a Educação e também a parcela destinada à valorização dos profissionais da Educação, de 60% para 70% dos recursos do Fundo. Embora não na forma de reajuste, como queríamos e lutamos, os recursos excedentes do FUNDEB no final de 2021 foram convertidos em abono, a ser pago em 3 parcelas. Porém, o governo anunciou por meio de decreto o pagamento desta terceira parcela, mas até o momento não cumpriu. APEOESP cobra diariamente esse pagamento, mas tanto a secretária da Educação, como outros membros do governo ainda não informaram a data.

 

PELO FIM DO CONFISCO SALARIAL DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS

Na quinta-feira, 12 de maio, a APEOESP realizou o XI Encontro Estadual de Aposentados, contando com a participação de representantes de outras entidades do funcionalismo. Nesta sexta, 13 de maio, a partir
das 10 horas, estaremos nas ruas para exigir o fim do confisco que penaliza aposentados e pensionistas de todo o serviço público estadual. Anexo, manifesto assinado por entidades dos servidores que aponta
a necessidade de deputados e deputadas tomarem posição e, de forma unificada, revogarem essa ataque covarde e desumano do governo Doria/Rodrigo Garcia contra os servidores públicos aposentados.

PELA REVOGAÇÃO DA RESOLUÇÃO 26/2022 PELO ACESSO DE TODOS OS ESTUDANTES AO CONHECIMENTO QUE NÃO FOI POSSÍVEL DURANTE A PANDEMIA

A Resolução 26/2022 da SEDUC está altamente equivocada do ponto de vistas pedagógico e é discriminatória com os estudantes, na medida em que determina o reagrupamento destes de acordo com resultados de avaliação, para um processo de recuperação. A SEDUC aventa até mesmo a possibilidade de classificação desses estudantes por cores de acordo com o resultado dessa avaliação. A APEOESP não pode concordar com esse tipo de procedimento e produzirá uma campanha para que o governo do Estado cumpra suas responsabilidades em prover o acesso de todos os estudantes ao conhecimento que não foi possível durante a pandemia, inclusive porque o Estado não forneceu aos professores e aos alunos os meios de acesso de todos ao ensino remoto, e não desenvolveu políticas para responder
às necessidades daquele momento. A campanha envolverá documentos pedagógicos, folders, cards, cartazes, depoimentos, análises, buscando envolver a comunidade escolar e toda a sociedade na defesa dos direitos educacionais de nossas crianças e jovens. Uma audiência pública na Alesp para debater essa resolução será encaminhada pela Professora Bebel, presidenta da APEOESP e deputada estadual

GOVERNO CONSTRANGE ESTUDANTES PARA REDUZIR ALIMENTAÇÃO NAS ESCOLAS

É inaceitável a atitude do governo do Estado de criar um controle digital (QRCode) para controlar a alimentação nas escolas. O procedimento visa constranger estudantes e impedir que possam alimentar-se mais de uma vez, assim como não permitir que professores e funcionários possam também se alimentar. É mais um ataque do PSDB à alimentação escolar. Esse governo vem reiteradamente rebaixando a qualidade dessa alimentação, muitas vezes reduzindo-a a bolachas secas, ao mesmo tempo em que envia alimentos vencidos ou, por descontrole, permite que alimentos estraguem e sejam descartados. Na realidade, o governo Doria/Rodrigo Garcia, do qual fez parte o ex-secretário Rossieli Soares, não tem a menor preocupação com a alimentação ou aprendizagem dos estudantes. Preocupa-se somente em criar mais e mais controles, até para justificar a redução do envio de alimentos às escolas, o verdadeiro objetivo por trás deste QRCode.

 

 

A PANDEMIA NÃO ACABOU – PELA ADOÇÃO DE PROTOCOLOS SANITÁRIOS NAS ESCOLAS

Os meios de comunicação publicam, reiteradamente, notícias sobre o aumento do número de casos de Covid-19 em todo o Brasil e no estado de São Paulo. Na realidade, estamos vivenciando esse fenômeno em diferentes países, demonstrando que tínhamos razão quando alertamosque era precipitada a flexibilização dos protocolos sanitários, liberação do uso de máscaras e suspensão dos cuidados com pandemia. Nesta semana, notícias na mídia informam que duas escolas na região de Sorocaba foram fechadas devido ao surto de Covid. Há outros casos ocorrendo na capital e no interior. Por isso, a APEOESP está retomando o levantamento dos casos de Covid- 19 nas escolas estaduais. As subsedes devem retomar os observatórios da Covid, buscar informações nas escolas e comunicar à Sede Central. Material de divulgação será novamente distribuído. O link para que os professores possam comunicar diretamente a ocorrência de casos é: http://www.apeoespcadastro.org.br/APW30/w_ enquetes/enquete.php?id=321. As subsedes devem retomar a cobrança das Diretorias de Ensino e
das escolas para a adoção de protocolos sanitários e incentivo ao uso de máscaras, álcool em gel e demais proteções.

 

COMITÊ ESTADUAL DE LUTA SERÁ LANÇADO DIA 19/5 NA SEDE DA APEOESP

A APEOESP dialogará com centrais sindicais, sindicatos, entidades de servidores, movimentos sociais, juventude para a organização do Comitê Estadual de Luta a ser lançado no dia 19 de maio, às 11 horas,
na Sede Central. O objetivo é juntar forças para interferir na conjuntura e no processo eleitoral em curso no país, construindo uma plataforma com os posicionamentos e reivindicações dos profissionais da Educação, dos servidores públicos, dos trabalhadores e da população que mais necessita do Estado. O eixo desse documento será “Chega de retrocessos, nenhum direito a menos”. E será apresentado e debatido com os candidatos ao governo estadual. Ele conterá nossa concepção do papel do Estado e, entre outras ques-tões, a exigência de revogação da reforma da previdência, do confisco de aposentados e pensionistas, da reforma administrativa, posicionamento contra a reforma trabalhista, revogação do subsídio, programas educacionais excludentes, Resolução 26/2022 e demais ataques. Além, claro, de propostas para que o Estado cumpra seu papel, valorize os servidores, atenda às necessidades da classe trabalhadora, da juventude e do conjunto da população. Neste lançamento haverá a presença de um representante de cada subsede, além da diretoria e dos convidados das demais categorias e movimentos. A partir desta atividade, as subsedes devem organizar os lançamentos regionais.

 

APEOESP COBRA REPOSIÇÃO, PAGAMENTO DOS DIAS PARADOS E RETIRADA DAS FALTAS

O governo Doria/Rodrigo Garcia/Rossieli se recusa a autorizar a reposição das aulas não ministradas em greves e paralisações, bem como seu pagamento e retirada das faltas dos prontuários. A APEOESP já solicitou reunião com a atual secretária e a presidenta do Sindicato, Professora Bebel, oficiou inclusive ao governador do Estado sobre o tema. Na pauta, também outros assuntos de interesse da nossa categoria. Não vamos desistir desta reunião e das necessárias respostas a nossas
reivindicações e manteremos pressão sobre a SEDUC e o governador

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 39/2022)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.