Conecte-se conosco

Esportes

Cuca diz que pênalti perdido afetou emocional do Santos e nega falta de foco no Brasileirão

Publicado

em

Cuca, técnico do Santos, no jogo contra o Fortaleza — Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O técnico Cuca analisou a derrota do Santos por 2 a 0 para o Fortaleza, nesta quinta-feira, no Castelão. Na visão do treinador, o pênalti perdido por Jean Mota quando o jogo ainda estava 0 a 0 abalou o emocional do time.

– Não só o nosso, como do adversário, que ganha confiança. O 1 a 0 seria emocional a nosso favor, mas acontece. Falei para ele (Jean Mota) que passou, já foi. Ele sentiu, é um dos mais experientes. Ele bate bem, mas bateu mal, não pegou bem na bola. Ele tem toda nossa confiança – disse o treinador.

Às vésperas da final da Libertadores, marcada para as 17h (de Brasília) do dia 30 de janeiro, no Maracanã, Cuca negou que o Santos não venha tendo foco no Campeonato Brasileiro.

O Peixe foi a campo diante do Fortaleza recheado de garotos e com apenas dois titulares: Felipe Jonatan e Lucas Braga. Os principais jogadores do elenco nem viajaram ao Ceará e ficaram na Baixada Santista em preparação para a decisão.

– Não é falta de foco. Até porque a Libertadores do pessoal que jogou hoje é esse campeonato, é uma maravilha um menino disputar o Brasileiro. Não tem falta de foco, tem falta de conjunto, isso sim agrava. São meninos, repito. Você não vai cobrar de um menino de 17 anos que resolva, estão encaminhando para virarem grandes jogadores – explicou, antes de fazer a análise da partida.

– Fizemos um bom primeiro tempo, até melhor que o Fortaleza, mas perdemos o pênalti. Saindo na frente, certamente faz a diferença, teríamos o contra-ataque. No segundo tempo, eles tiveram o pênalti, que cometemos desnecessariamente, converteram, e aí muda. Entramos no jogo do Fortaleza, uma equipe de força e contra-ataque, aí acabamos tomando o segundo. Um jogo com chances iguais, posse de bola também, mas no segundo tempo eles foram melhores e mereciam vencer.

Globo Esporte

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.