Conecte-se conosco

Notícias

Colaboradores do concurso público da Prefeitura de Osvaldo Cruz teme possível calote da empresa OMNI

Publicado

em

As equipes de reportagem do Jornal Cidade Aberta (JCA) e da Rádio Max FM foram procuradas por um grupo de pessoas que trabalharam como fiscais na realização do concurso 001/2022 da Prefeitura de Osvaldo Cruz, realizado pela empresa OMNI, alegando um possível calote da empresa.

Segundo este grupo de pessoas eles entram em contato com a empresa OMNI e não tiveram nenhuma resposta quanto ao pagamento por seus serviços. De acordo com o grupo, os fiscais procuram a Prefeitura que disse que a responsabilidade é da empresa contratante.

A reportagem entrou em contato com a empresa OMNI que até o fechamento desta matéria não enviou nenhuma resposta.

Já a Prefeitura de Osvaldo Cruz, através da sua Assessoria de Imprensa, emitiu a seguinte nota:

“A Prefeitura de Osvaldo Cruz informou que contratou o instituto OMNI.

Ao terceirizar o trabalho da realização do concurso, cabe à empresa contratada toda responsabilidade na feitura do certame. Assim, o Município não tem relação com as pessoas que trabalharam para a OMNI Concursos. É uma relação da empresa para com os reclamantes.

É a nota”.

O JCA também procurou o vereador Roberto Amor (PV), um dos membros da Comissão Fiscalizadora de Concursos Públicos da Câmara Municipal, que informou o seguinte:

“A Comissão está preocupada com esta situação e entramos em contato com uma das representantes da OMNI, que informou a que todos os colaboradores estavam cientes que o pagamento seria em trinta dias corridos, por tanto o pagamento seria feito no último dia 16”.

Porém, os colaboradores novamente entraram em contato com o JCA e com a Rádio Max FM alegando que, até na manhã desta sexta-feira, 18, a empresa OMNI não havia efetuado o pagamento, e que levariam o caso à Polícia.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.