Conecte-se conosco

Economia

CDHU alerta para ação de golpistas contra mutuários

Publicado

em

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), empresa vinculada à Secretaria de Estado da Habitação, alerta para um novo golpe praticado por estelionatários que usam o nome de escritórios de advocacia. Nas cartas enviadas para a casa dos mutuários, são oferecidas falsas propostas de acordo com descontos para regularização da dívida. No texto, é indicado também um número de WhatsAPP e um e-mail para o mutuário dar sequência à negociação fraudulenta (ver imagem).

As cartas usam nomes de escritórios de advocacia, existentes ou não, e, inclusive, um deles é credenciado pela CDHU. O objetivo é ludibriar o mutuário, dando a falsa impressão de se tratar de correspondência oficial da companhia. No boleto enviado aos mutuários, a CDHU aparece como beneficiária, mas ao digitar o código de barras aparece o nome de outra pessoa.

A orientação da CDHU para o mutuário é desconsiderar essas cartas e registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia (presencialmente ou pela internet) por estelionato ou tentativa de estelionato.

O mutuário também é orientado a denunciar seu recebimento para a companhia por meio de seus canais oficiais: o site www.cdhu.sp.gov.br (acessar o menu no lado esquerdo, clicar em Contato e Localização e depois em Ouvidoria/Denúncias; pelo Alô CDHU 0800 000 2348 ou pelo e-mail fraudesdeboletos@cdhu.sp.gov.br e anexar, cartas, boletos recebidos, print de conversas e o BO, independentemente de ter sido efetuado ou não um pagamento.

ALERTAS

Outra modalidade de golpe usa o aplicativo de mensagens Whats App para oferecer falsas negociações financeiras. Por isso, a CDHU reforça ao mutuário que não negocia nem envia boletos por WhatsApp; não solicita qualquer tipo de depósito ou transferência bancária ou PIX para pagamento de boletos ou quitação de débitos; e seus boletos são emitidos apenas pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, cujos códigos de barras iniciam com 104 ou 001.

Outra orientação é conferir sempre o nome do beneficiário do boleto que chega ao mutuário. Se foi emitido pela CDHU sempre terá o nome da Cia como beneficiário e o CNPJ 47.865.597/0001-09, pois a CDHU não emite boleto em nome de pessoas físicas ou CNPJ diferente do informado.

Os endereços de e-mail oficiais da CDHU terminam sempre com @cdhu.sp.gov.br ou @apoiocdhu.sp.gov.br. A empresa não usa e-mail público (gmail, hotmail, ig e outros). Em caso de dúvida, consulte apenas os canais oficiais, como o site www.cdhu.sp.gov.br ou ligue para o Alô CDHU: 0800 000 2348, que está operando regularmente.

Para consultas presenciais, o mutuário pode procurar um dos Postos do Poupatempo, onde o atendimento está funcionando normalmente, ou agendando um atendimento nos escritórios regionais da companhia. A CDHU comunica que está tomando todas as providencias administrativas e judiciais necessárias para coibir a ação destes golpistas.

Governo de SP

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.