Conecte-se conosco

Destaque

Caseiro que matou mulher e tentou matar outra na zona rural de Parapuã vai permanecer preso

Publicado

em

Vai responder a inquérito preso  o caseiro Andreliano Soares da Silva, 36, que matou a pauladas a taxista, Valéria Molina Catirce Okubi, 40, e tentou contra a vida da irmã da taxista na manhã de sexta-feira (2), em uma propriedade rural de Parapuã.

A irmã da vítima foi socorrida em estado grave à Santa Casa de Osvaldo Cruz e depois transferida para o Hospital das Clínicas em Marília, devido à gravidade dos ferimentos produzidos pelo homem com golpes de um pedaço de madeira. Valéria morreu ainda na propriedade também vítima de golpes parecidos.

O Autor foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória de Caiuá, onde ficou preso. Antes de ser detido, o suspeito chegou a fugir com o veículo de uma das vítimas, mas capotou o automóvel na vicinal da Lagoa Azul, entre Parapuã e Osvaldo Cruz.

História do crime

O autor do crime era caseiro de uma chácara e prestava serviço para duas irmãs. Conforme a Polícia Civil, as irmãs chegaram na chácara onde o caseiro estava e, após um desentendimento na varanda, o homem de 36 anos começou a desferir golpes nas mulheres com um pedaço de madeira.

As vítimas foram atingidas na cabeça e tentaram fugir pulando a porteira, mas a mulher de 40 anos não resistiu e morreu. A outra irmã, de 46 anos, conseguiu escapar e foi socorrida em estado grave para o Pronto-Socorro de Osvaldo Cruz.

Após o crime, o suspeito fugiu com um carro de uma das vítimas por uma estrada vicinal, porém capotou o veículo. Motoristas que passavam pelo local acionaram as polícias Civil e Militar por desconfiarem da atitude suspeita do indivíduo.

Quando as equipes chegaram ao local do acidente o suspeito disse que havia matado duas mulheres e os policiais se deslocaram até a propriedade rural.

A possível motivação para o crime é a de que há dias as irmãs conversavam com o caseiro para que ele saísse da casa.

O suspeito irá responder pelos crimes de homicídio qualificado consumado e tentado, além de furto.

 

 

 

 

Fonte: Ocnet
Colaboraram: Cristiano Nascimento e Diego Pereira

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.