Ligue-se a nós

Destaque

Brasil será sede da Copa do Mundo Feminina de 2027

Publicado

no

A Copa do Mundo Feminina de 2027 será no Brasil. A candidatura brasileira superou a europeia – formada por Holanda, Alemanha e Bélgica – por 119 votos a 78 durante o Congresso da Fifa, realizado em Bangkok, na Tailândia, nesta sexta-feira.
A décima edição da principal competição de seleções do futebol feminino será a primeira disputada na América do Sul. Por ser o anfitrião da competição, o Brasil já está naturalmente classificado. Os demais nove países da Conmebol vão disputar três vagas. O Mundial Feminino 2027 será o segundo com 32 seleções participantes, repetindo o formato da Copa de 2023, vencida pela Espanha.
– Parabéns ao Brasil. Vamos agora organizar a melhor Copa do Mundo da história no Brasil – afirmou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, logo após anunciar a vitória brasileira.
Em seguida, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, subiu ao palco e, emocionado, enalteceu o trabalho feito pelas mulheres integrantes do comitê de candidatura do país..
– Desde que o Brasil se candidatou, este foi um trabalho muito competente e que não foi do presidente. Nós confiamos plenamente nas mulheres que desenvolveram esse trabalho – disse o dirigente.
Em seu discurso, Ednaldo Rodrigues também fez questão de lembrar a tragédia causada pelas chuvas no Rio Grande do Sul. e prometeu que o estado receberá um centro de desenvolvimento do futebol feminino.
O Brasil já havia superado seus concorrentes na avaliação técnica das duas candidaturas concorrentes. O relatório publicado pela Fifa dez dias atrás atribuiu nota 4 ao Brasil (numa escala de 1 a 5), contra 3,7 da proposta europeia.
Alguns fatores foram decisivos para o Brasil conseguir ser mais bem avaliado: estádios, hospedagem e locais oferecidos para a Fifa organizar o Fan Festival. Além disso, o endosso do governo brasileiro foi determinante. O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, celebrou a vitória brasileira nas redes sociais.
Fonte: Globo Esporte
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.