Conecte-se conosco

Destaque

Brasil e Argentina empatam sem gols em jogo muito disputado

Publicado

em

Em um jogo muito disputado, com lances muito ríspidos, Brasil e Argentina empataram em 0 a 0, nesta terça-feira (16) no estádio Bicentenário, na cidade argentina de San Juan, pela 14ª rodada das Eliminatórias para a Copa de 2022 (Catar).

Com o resultado a seleção brasileira permanece na liderança da classificação da competição, agora com 35 pontos, enquanto o time do craque argentino Lionel Messi é o vice-líder com 29 pontos.

Sem poder contar com Neymar, que ficou de fora do Superclássico após sentir dores no adutor da coxa esquerda no treino da última segunda-feira (15), o técnico Tite apostou em uma formação que privilegiou muito as jogadas pelas extremas, em especial com Vinícius Júnior (que entrou no lugar do camisa 10) e de Raphinha. E foi justamente dos pés dos pontas que saíram as melhores jogadas do Brasil.

Porém, o placar permaneceu inalterado até o intervalo de um jogo muito disputado, às vezes até violento, como na cotovelada de Otamendi em cima de Rapinha aos 33 minutos. Este lance deixou o brasileiro com o rosto sangrando, enquanto o argentino não recebeu qualquer punição.

A etapa final teve uma dinâmica muito parecida, muita luta e poucas oportunidades claras. O lance mais perigoso do Brasil surgiu quando Fred aproveitou um rebote para bater da entrada da área e acertar o travessão aos 14 minutos. Porém, a jogada mais bonita veio aos 19 minutos, quando Vinícius Júnior dominou na ponta esquerda, bem perto da linha de fundo, e deu uma carretilha para se livrar de Molina e tocar para Lucas Paquetá, que tentou a jogada com Matheus Cunha, que mandou a bola para fora.

Do lado da Argentina a melhor jogada veio já aos 44 minutos, quando Messi recebeu na intermediária, se livrou de Fred e bateu com força de esquerda para defesa do goleiro Alisson.

Após o empate com a Argentina, o Brasil volta a entrar em campo apenas em 2022, no dia 27 de janeiro contra o Equador, novamente pelas Eliminatórias.

 

 

 

 

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.