Conecte-se conosco

Cultura

Brasil atropela o Japão, mas perde Macris lesionada no vôlei feminino

Publicado

em

O vôlei feminino do Brasil não teve dificuldades para bater o Japão por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/18 e 26/24, e conquistar a terceira vitória nas Olimpíadas de Tóquio. Mas a boa notícia termina aí. A levantadora Macris torceu o tornozelo direito na aterrissagem depois de um bloqueio, no terceiro set, e saiu de quadra chorando copiosamente.

Roberta substituiu a titular e liderou a virada depois do 13 a 11 para as japonesas. Foi o set mais difícil para as brasileiras, que passaram com tranquilidade pelos dois primeiros. Fê Garay e Ana Carolina foram as maiores pontuadoras do jogo, com 13.

Como fica

O Brasil continua em segundo lugar no grupo, atrás da Sérvia. As europeias venceram as três primeiras partidas por 3 sets a 0, contra República Dominicana, Japão e Quênia. O Brasil tem três vitórias, mas dois sets perdidos, contra as dominicanas.

Próximo jogo

No sábado, às 4h25 da manhã, a adversária é a Sérvia, líder do grupo A. As sérvias venceram as três primeiras partidas por 3 sets a 0, contra República Dominicana, Japão e Quênia. O duelo terá transmissão da TV Globo e Sportv, e acompanhamento em tempo real do ge.globo.

1º set – Brasil passeia do início ao fim

As brasileiras abriram no placar desde as primeiras jogadas e não olharam mais para trás. Fê Garay e Gabi foram as maiores pontuadoras do Brasil, com 5 cada. Foram 15 pontos de ataques, 6 de bloqueios e 4 de erros das japonesas. Placar de 25 a 16 em 25 minutos.

2º set – Início equilibrado, mas deu Brasil

O set começou equilibrado e o empate permaneceu até o 9 a 9. Mas, com Gabi no saque, o Brasil abriu vantagem. Virou 13 a 9, abriu 17 a 10 e manteve o ritmo até o fim. Foram 16 pontos de ataques, 5 de bloqueios, 1 de saque e 3 de erros das adversárias. Placar de 25 a 18 em 26 minutos.

3º set – Macris se machuca, mas o Brasil vence

O Japão liderava por 13 a 11 quando Macris aterrissou de mau jeito depois de um bloqueio e torceu o tornozelo direito. A levantadora deixou a quadra chorando e foi substituída por Roberta. O Brasil virou o jogo e teve a chance de vencer com 24 a 22, mas só fechou no 26 a 24 em 36 minutos. Foram 15 pontos de ataques brasileiros, 5 de bloqueios e 5 de erros das oponentes.

 

 

 

Fonte: Globo Esporte

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.