Conecte-se conosco

APEOESP

APEOESP obtém informações sobre alterações nas escolas estaduais em 2021

Publicado

em

A APEOESP obteve as informações que transcrevemos abaixo sobre projetos e decisões que a SEDUC encaminhará no ano letivo de 2021.

As instâncias do sindicato examinarão cada uma dessas decisões e, como sempre, encaminharão lutas e ações em relação a tudo o que contenha ilegalidades ou que prejudique a nossa categoria e a qualidade do ensino. Também orientará os professores em tudo o que for pertinente.

 

Diário digital

O Diário Digital passará a ser obrigatório.

A APEOESP considera que essa obrigatoriedade só poderá ser exigida na medida em que sejam assegurados os meios para que cada professor/a possa cumprir a exigência, sem duplicidade de trabalho.

APEOESP obtém informações sobre alterações nas escolas estaduais em 2021 2 Secretaria de Comunicação Lembramos que a SEDUC publicou a Resolução SEDUC nº 98, que regula o fornecimento de meios para que os professores possam usar a rede mundial de computadores. A APEOESP sempre cobrou da Secretaria esta medida, porque entende que isso está fixado no artigo 61 da LC 444/85.

 

Queremos no máximo 25 estudantes por classe

O módulo de 2021 não será reduzido esse ano em nenhuma U.E.

Essa é uma decisão que será veementemente combatida pela APEOESP, sobretudo considerando a pandemia. Desde o ano passado vimos cobrando a redução de alunos por sala de aula, para que nenhuma classe tenha mais que 25 estudantes. Já comunicamos o Ministério Público/GEDUC a respeito da intransigência da SEDUC neste ponto.

 

Quadro de suporte pedagógico

Será ampliado o quadro de vice-diretores e coordenadores.

Haverá professor coordenador e vice-diretores nas escolas que possuam cinco ou mais salas. Assim, a rede terá 1239 novos PC e 1200 novos vice-diretores em 2021.

Uma nova função será criada: professor coordenador de acompanhamento. Este profissional acompanhará até cinco escolas no mesmo Munícipio. Será vinculado a uma escola e visitará as outras quatro, uma a cada dia da semana.

 

Centro de mídias e “ensino híbrido”

O centro de mídias (CMSP) permanecerá mesmo após a pandemia, como instrumento complementar.

De acordo com a SEDUC, no CMSP deverão ser produzidas três aulas por ano/série ao vivo e gravadas.

Ainda segundo a SEDUC, devem ser conteúdos entre 10 e 15 minutos produzidos pelo CMSP que poderão ser usados pelos professores de forma integrada às aulas regulares. O/a professor/a baixa o roteiro e a aula via 3 Secretaria de Comunicação YouTube, para utilizar em aulas presenciais. Professores eventuais também poderão usar essas aulas na opção “repositório” no canal CMSP no YouTube.

Na primeira semana de aulas, os professores devem apoiar os alunos no acesso ao CMSP.

A SEDUC promete instalar lousas brancas em todas as escolas.

A SEDUC insiste no retorno às aulas dia 01/02 com 35% dos estudantes. A APEOESP tem firme posição contra a volta às aulas presenciais em meio à pandemia e luta para que os profissionais da educação sejam vacinados na primeira etapa, juntamente com profissionais da saúde, idosos e indígenas.

 

“Ensino híbrido” e evasão escolar

Entre os desafios apontados pela SEDUC para o período pós-pandemia, está a evasão escolar.

Para combater esse problema, a SEDUC aponta a manutenção do que chama de “ensino híbrido”, articulando atividades presenciais e remotas “integradas”. Será feita a distribuição de chips para viabilizar o “ensino híbrido”, assim como notebooks para alunos e professores, desktops para uso administrativo e televisores para uso pedagógico.

Conforme divulgamos no Boletim Informa Urgente 01, em 2019 a APEOESP fez gestões junto ao Ministério Público/GEDUC para que chamasse a SEDUC a promover políticas para o retorno dos estudantes que abandonam os estudos. Uma dessa medidas é a “busca ativa”, que vem sendo realizada, mas a nosso ver poderia ser melhor implementada. As subsedes devem trabalhar em suas regiões para localizar a demanda e encaminhá-la para as unidades escolares e para as diretorias de ensino. Queremos todos os estudantes nas escolas, pela garantia de educação para todos e para assegurar também que os professores possam realizar o seu trabalho.

 

Formação de orientadores no “ensino híbrido”

Também será promovida a formação de professores orientadores no “ensino híbrido”, trabalhando com número reduzido de estudantes.

Sempre de acordo com a SEDUC, será implementada a função de professor 4 Secretaria de Comunicação de apoio à tecnologia e inovação para auxiliarem os alunos a ingressarem no CMSP, na seguinte proporção:

Escolas com 4 a 7 salas – um professor com jornada de 20 horas semanais de trabalho.

Escolas com 8 a 12 salas – um professor com jornada de 40 horas semanais de trabalho.

 

Recuperação

A SEDUC realizará a partir de 18/1/2021 atribuição de aulas para professor assistente do currículo “PAC” – Matemática e Língua Portuguesa. Parte da carga horária será voltada para a formação dos professores em sua própria área, com auxílio do professor coordenador.

Para cada 10 a 19 classes haverá um professor assistente de Matemática e Língua Portuguesa.

A partir de 1 de fevereiro serão implementadas duas aulas semanais de cada um dos componentes (Língua Portuguesa e Matemática).

 

Conviva e segurança nas escolas

A SEDUC pretende ampliar o número de professores orientadores de convivência (POC), cuja função é “acolher e atuar de forma proativa e preventiva” na convivência escolar. Esses professores substituíram a função anterior de professores mediadores escolares e comunitários (PMEC). Os POC também têm a tarefa de auxiliar nas reuniões de ATPC com relação ao Conviva.

A prevenção e o combate à violência nas escolas, em todas as suas dimensões, é uma prioridade importante para a APEOESP e foi objeto de diversas pesquisas e iniciativas de nossa parte. O programa de mediação escolar e comunitária atendeu a uma reivindicação do nosso sindicato e sofreu redução em 2017 e foi extinto pelo governo Doria em 2019. Mas não saiu da nossa pauta, sendo agora retomado com outra denominação.

A SEDUC pretende instalar central de monitoramento 24 horas, vinculada à Polícia Militar, e alarme em todas as escolas.

 

PDDE

As escolas poderão contratar contador para auxiliar na prestação de contas do PDDE com recursos específicos.

 

 

 

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 003/21)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.