Conecte-se conosco

APEOESP

APEOESP ingressa na justiça contra contratação exclusiva para aulas presenciais

Publicado

em

ASEDUC/CGRH publicou Edital convocando o processo de seleção simplificado para contratação de professores temporários (categoria O e eventuais) na rede estadual de ensino (anexo).

O Edital prevê inscrição apenas para aulas presenciais. Não concordamos com essa restrição, tendo em vista que ainda estamos em fase aguda da pandemia e não aceitaremos a volta às aulas presenciais nessas condições, sobretudo considerando o fato de que os profissionais da educação não foram ainda incluídos na primeira fase de vacinação, como pleiteamos em ação no Supremo Tribunal Federal e em ofícios ao governador e ao secretário da Educação.

A restrição também faz com que os candidatos que se enquadram no “grupo de risco” sejam excluídos.

A APEOESP já está contestando o Edital em juízo, visto que já ingressou com ação face ao Decreto que permitiu aulas presenciais mesmo quando em áreas vermelhas.

Os professores que pertencem ao grupo de risco e tenham sua inscrição indeferida, deverão procurar a Subsede da APEOESP de sua região para providências jurídicas.

 

Inscrições, fases e cotas raciais

A inscrição para o processo seletivo simplificado ocorre de 6 A 20 de janeiro.

PARTICIPAÇÃO OBRIGATORIA, inclusive para os já selecionados que não tiveram contrato assinado. Consta no Edital que a inscrição e demais fases serão de responsabilidade do candidato, sendo muito importante acompanhar as publicações de cada fase do processo.

O edital excluiu os estudantes (alunos com 50% do curso). Permitiu apenas a inscrição de alunos do último ano (processo de colação de grau em 2021, ou vai concluir na metade do ano).

Na seleção serão respeitadas cotas raciais. Para o/a candidato/a que se autodeclarar preto/a, pardo/a ou indígena, sendo comprovada a veracidade da autodeclararão, será acrescida uma porcentagem a mais na sua pontuação final.

APEOESP ingressa na justiça contra contratação exclusiva para aulas presenciais

 

 

Fonte: APEOESP (Informa Urgente 002/21)

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.