Conecte-se conosco

Covid-19

Anvisa libera 3 milhões de doses da Janssen para distribuição aos estados

Publicado

em

Após um embate com o Ministério da Saúde, a Anvisa afirmou nesta quarta-feira (30) à noite que recebeu toda a documentação necessária para liberar as 3 milhões de doses da vacina da Janssen contra a covid-19. Os documentos que faltavam foram entregues há pouco pelo ministério à Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“A Anvisa recebeu no final da tarde desta quarta-feira (30/06) os documentos complementares relativos à carga de 2.052.350 doses da vacina da Janssen e realizou a liberação para que as mesmas possam ser distribuídas. Não há mais documentos pendentes de apresentação”, afirmou, em nota.

Entre sexta-feira e sábado, o Brasil recebeu três milhões de doses da vacina da Janssen, doadas pelo governo dos Estados Unidos, mas os imunizantes ficaram parados no aeroporto internacional de Viracopos, em Campinas (SP), por falta de entendimento dentro do governo federal, entre o Ministério da Saúde e a Anvisa.

A falta de distribuição foi criticada hoje pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O Estado deve receber 678 mil doses da vacina da Janssen. “O governo do Estado de São Paulo solicita ao Ministério da Saúde a imediata liberação de 3 milhões de doses da Janssen que estão estocadas no depósito do Ministério da Saúde desde 25 de junho. Falo em nome de todos os governadores”, disse Doria.

O Ministério da Saúde afirmou que aguardava a liberação das doses pela Anvisa para distribuir aos Estados. A Anvisa rebateu e disse que o ministério não apresentou a documentação necessária para liberar os imunizantes.

As três milhões de doses chegaram em dois lotes, na sexta-feira (2,05 milhões de vacinas) e no sábado (942 mil). No fim da tarde, a Anvisa afirmou que o ministério entregou apenas hoje a documentação referente à menor carga, de 942 mil vacinas. Com isso, a agência liberou esse lote hoje para a distribuição. O ministério, no entanto, não tinha apresentado os documentos relativos ao maior lote, que chegou ao país há cinco dias.

Após a publicação de reportagens mostrando a falta de distribuição das vacinas doadas, a Anvisa disse ter recebido do ministério toda a documentação.

Além da doação das vacinas da Janssen pelos Estados Unidos, o Brasil já recebeu neste mês 1,8 milhão de doses da farmacêutica, por meio de um contrato feito pelo governo federal. Os lotes já entregues fazem parte do contrato que prevê a entrega de 38 milhões de doses da Janssen até dezembro. A vacina, de dose única, já começou a ser aplicada em cidades brasileiras. A capital paulista, por exemplo, recebeu 114 mil doses e iniciou a aplicação nesta semana.

 

 

Fonte: Valor – Globo

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.