Conecte-se conosco

Cidades

22 municípios da Alta Paulista recebem certificado ‘Cidadania no Campo – Município Agro’

Publicado

em

O deputado Mauro Bragato informa que 22 municípios da região da Alta Paulista receberam a certificação “Cidadania no Campo – Município Agro”. O projeto foi criado pela Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento para impulsionar empregos e desenvolvimento rural sustentável no setor do agronegócio. Ao todo, serão investidos R$ 820 mil nos municípios para estimular a implementação e o desenvolvimento de ações para fortalecer a gestão do território rural local.

O objetivo do programa é promover a oferta sustentável de alimentos saudáveis e seguros, fibras e bioenergia, por meio da pesquisa, inovação, empreendedorismo e gestão de risco, modernizando a infraestrutura do campo, o uso da terra e dos recursos naturais, agregando valor e competitividade aos produtos para a melhor qualidade de vida da população.

Bragato explica que o Sistema Cidadania no Campo auxiliará as prefeituras na ampliação do acesso aos serviços públicos essenciais à população do campo. “O projeto reestrutura o SEIAA (Sistema Estadual Integrado de Agricultura e Abastecimento) que norteava, desde 1995, a parceria entre o Estado e os municípios”, destacou.

Confira os municípios certificados e o valor recebido:

Adamantina – R$ 70 mil

Arco-Íris – R$ 20 mil

Bastos – R$ 50 mil

Dracena – R$ 50 mil

Flora Rica – R$ 20 mil

Herculândia – R$ 30 mil

Iacri – R$ 20 mil

Inúbia Paulista – R$ 70 mil

Junqueirópolis – R$ 70 mil

Lucélia – R$ 20 mil

Mariápolis – R$ 30 mil

Monte Castelo – R$ 30 mil

Osvaldo Cruz – R$ 40 mil

Ouro Verde – R$ 20 mil

Parapuã – R$ 30 mil

Pracinha – R$ 20 mil

Quintana – R$ 40 mil

Rinópolis – R$ 20 mil

Santa Mercedes – R$ 20 mil

São João do Pau d’Alho – R$ 20 mil

Tupã – R$ 30 mil

Tupi Paulista – R$ 100 mil.

Fonte: Kako News
Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.